esporte

DEVILS – Do inferno ao céu?

devils

New Jersey Devils de 4ª pior franquia da liga ao topo da Metropolitana.

No “oppening day” poucas semanas atrás, muito provavelmente, nenhum torcedor do New Jersey Devils previa uma temporada vencedora já que o time terminou  a temporada 2016/2017 com a 4ª pior campanha da liga com míseras 28 vitórias e acachapantes 40 derrotas no tempo regulamentar e 14 derrotas no OT/SO (28-40-14), a equipe marcou 183 gols e acabou sofrendo 244 e terminou na frente apenas das franquias dos Coyotes, Canucks e Avalanche.

devils 16-17

                Eis que começa a temporada 2017/2018 e com a mudança de temporada parece que o Devils se reinventou, jogadores vindos do draft, algumas adições da “Free Agency” somadas aos jogadores já presentes no roster, fazem com que a equipe apresente uma temporada além das expectativas até do mais otimista torcedor. A equipe que hoje (02/12) ocupa a 3ª colocação da divisão metropolitana, considerada por muitos a divisão mais competitiva, por apresentar times como New York Rangers, Washington Capitals, Columbos Blue Jackets e o atual campeão Pittsburgh Penguins.

               Mesmo numa divisão complicada, até poucos dias atrás o Devils liderava a turma e atualmente é o 2º colocado, atrás apenas dos Blue Jackets após a vitória nesta madrugada em cima do Avalanche por 2×1.

            Para tentar explicar um pouco deste sucesso que vem sendo o Devils neste início de temporada, tive a ajuda do grande torcedor da franquia, Jeffesson Lenzi, que me falou um pouco de como tem sido a temporada da equipe.

            Para começar In Net, o Devils conta com Schneider de starter e Kinkaid de backup, ambos veem fazendo um trabalho regular, Schneider com 18 jogos até o momento apresenta 9 vitórias e 5 derrotas no tempo regulamentar e 3 derrotas no OT, em 599 shots contra sofreu apenas 49 goals, fazendo com que tenha uma média de 2,78 goals por jogo, com percentual de defesa chegando a 91,8%. Kinkaid jogou apenas 8 jogos e possui 5 vitorias e concede em média 3 gols por jogo.

1

                O grande calcanhar de Aquiles  tem sido a defesa, tanto que a equipe adquiriu por meio de troca o D-man Vatanen junto ao Ducks, onde os Devils enviaram um de seus destaques no Penalty Kill, Henrique, porém como a defesa era a grande deficiência da equipe no momento, a trade passa a ser vista com bons olhos já que o Vatanen tem em média de 21 minutos por jogo, esta estatística relacionada ainda a suas atuações pelo Ducks, apresentando 24 hits e 26 blocks. A transição da defesa é o grande problema, ainda mais com a baixa do Muller que segue fora devido a clavícula quebrada, porém alguns jogadores ainda se destacam, como o Santini que vem liderando o time em hits e Severson contribuindo bem, além do Moore ajudando no ataque e do Butcher que é considerado um jogador que pode evoluir muito e que vem sendo fundamental no Power Play da equipe.

                O grande destaque da equipe vem sendo o ataque, Hischier segue na primeira linha, fazendo uma dupla espetacular com o Hall, ambos já estão combinando para 44 pontos na temporada, o que nos fornece uma média de 1,83 pontos por jogo. O grande problema no quesito ataque tem sido a ausência do Palmieri devido a uma fratura no pé, em seu lugar está jogando o rookie Bratt que já contribuiu com 15 pontos, jogador que vem se destacando na unidade de PP da equipe.

roster

                Um destaque especial do time é o Boyle que se recuperou de Leucemia e serve como uma inspiração para a equipe, tanto que, mesmo quando sai em desvantagem no placar os Devils não se abatem e muitas vezes consegue uma virada, como foi no jogaço  contra o Blackhawks, no qual perdiam por 4-1 e acabaram por vencer a partida por 7-5. Coleman vem fazendo grande partidas e sendo fundamental no penalty kill da equipe e se tornou um bom center para a 4 linha da equipe.

                Fora tudo isso, ainda há problemas, o Devils ainda vem vacilando em momentos importantes dos jogos, com muitas derrotas em momentos cruciais como OT e SO, contudo, estamos apenas com ¼ da temporada jogada é algo que se consegue arrumar para o prosseguimento. A equipe quando ganha é por diferença mínima de gols, o que faz com que não apresente um grande saldo, mas o que importa no momento é somar pontos e chegar aos playoffs, algo que grande parte dos assíduos por NHL não esperavam no início da temporada.

classificacao

               Ainda há a dúvida os “Demônios de New Jersey” conseguirão alcançar o céu, mas certamente a escalada já está sendo feita e de maneira surpreendente. Esperamos que possam continuar sendo essa grata surpresa.

          Gostaria de deixar meu agradecimento e força ao meu amigo Jefferson Lenzi, que se dispôs a falar um pouco de como tem sido a temporada do NJ Devils.

 

Rodrigo Silva Jr, para o blog Major Sports

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s