baseball

Notícias da Japolândia – OffSeason da NPB #1

Todos os anos o período de férias é o período de muitas especulações e negociações na Major League Baseball, mas o baseball não vive somente de MLB (Amém!!!!).

basebolas

Com as “beisebolas” paradinhas aguardando o início da pré-temporada, estou aqui então para contar um pouco do que tem acontecido na principal liga profissional depois da MLB.

Mercado de Transferências:

Kazuo Matsui: o veterano Kaz Matsui, ex-Mets, Rockies e Astros e que iniciou a carreira do segundo maior vencedor da NPB, o Seibu Lions de Saitama, retorna ao clubhouse que o lançou ao mundo o baseball após 15 anos.

Kotaro Kinomiya: o (por enquanto) desconhecido garoto do colegial, foi selecionado pelo Hokkaido NipponHam Fighters (sempre eles) no draft deste ano. Explico o motivo da notícia: Kinomiya surgiu como um novo fenômeno do Natsu no Koshien. Na sua carreira como colegial atuando na 1B, atingiu a marca de 111 HR.

Michael Tonkin: o RP de 27 anos e ex-Minnesota Twins assinou um contrato de 2 anos com o NipponHam Fighters para substituir o também americano Chris Martin que decidiu não renovar com o time de Sapporo. O contrato de Tonkin é de aproximadamente U$ 1 milhão por temporada

Neftali Soto: o infielder porto-riquenho de 28 anos ex-Cincinnati Reds e Washington Nationals juntou-se ao BayStars de Yokohama por 1 ano.

Daisuke Matsuzaka: o grande Dice-K, ex-RedSox, Mets e Indians, aos 37 anos de idade e 3 anos jogando com o Softbank Hawks de Fukuoka anunciou que não renovará para a próxima temporada. Após conviver com uma lesão no ombro direito, mas ajudar os Hawks a ganhar o seu oitavo título na NPB, o quarto desde a sua aquisição pela gigante de internet Softbank em 2011. Dice-K não tem proposta de nenhum time ainda, mas avisou que ainda tem combustível para queimar na NPB

Kazuhisa Makita: o arremessador “submarino”, que já jogou com SP, RP e Closer nas 7 temporadas com os Lions decidiu exercer o seu direito de partir para as grandes ligas e já avisou aos Lions que não deve ficar. Makita é um All Star da NPB, fez parte do elenco japonês no World Baseball Classic de 2013, selecionado na 3.ª escolha do Draft de 2010 e Rookie of the Year de 2011. É a segunda estrela japonesa a partir rumo a America.

Matt Carasiti: o arremessador ex-Iowa Cubs (Triple-A dos Cubs) partiu para o Japão e assinou contrato com o Tokyo Yakult Swallows.

Yamato Maeda: após acabar o seu contrato com o Hanshin Tigers de Osaka, o infielder Maeda assinou contrato de 3 anos com o BayStars. Maeda que já ganhou o premio de Gold Glove quando defendia o Tigers.

Ryoma Nogami: após 9 anos com o Lions, o arremessador escolher seguir no mercado de “free-agent” e escolheu o poderoso Tokyo Yomiuri Giants como sua nova casa. Fontes dizem que questões familiares ajudaram na decisão.

Miles Mikolas: parece que a contratação de Ryoma Nogami citada acima está relacionada à saida de Mikolas do time da capital que acaba de assinar com o St Louis Cardinals por duas temporadas. Mikolas teve números expressivos em 3 temporadas na NPB: Recorde de 31-13 em 62 jogos, ERA de 2.18 e WHIP de 0.994.

Hall da Fama do Baseball Japonês

O Hall da Fama Japonês que tem como craques como Sadaharu Oh, maior slugger da história do baseball japonês, e Hideo Nomo, dono de 2 no-hitters na MLB, indicou para a sua turma de 2018 três dos maiores nomes da história recente do baseball japonês:

  • Hideki Matsui : O “Godzila” que dispensa comentários pela carreira de All Star no Japão e nos EUA. Na MLB, foi AllStar, campeão e MVP da World Series com os Yankees;

Baltimore Orioles v New York Yankees

  • Tomoaki Kanemoto: o “Ironman” ex Hiroshima Toyo Carp e Hanshin Tigers. Atualmente é o treinador do Tigers. Ficou conhecido como “Ironman” por ter jogado 1492 jogos ininterruptamente sem perder um único inning sequer neste período (recorde mundial);

Kanemoto

  • Hiroki Kokubo: foi o slugger da seleção japonesa medalha de bronze na olimpíada de Barcelona 92, ex-Yomiuri Giants e Softbank Hawks e também foi o treinador dos Samurai Japan no World Baseball Classic de 2017.

Hiroki+Kokubo

Além deles, foram indicados outros 3 nomes para a classe de 2018:

Jojima

  • Kenji Johjima: o catcher ex-Seattle Mariners, Softbank Hawks e Hanshin Tigers, foi bronze nos jogos de Atenas e campeão do World Baseball Classic de 2009, naquela que foi considerada uma das melhores seleções japonesas já vistas e que contava no seu elenco com nomes como: Ichiro Suzuki, Daisuke Matsuzaka, Norichika Aoki, Yu Darvish e Hisashi Iwakuma;
  • Takuro Ishii: o infielder foi AllStar e o melhor Shortstop da sua era com 4 Gold Gloves e é atualmente técnico do Hiroshima Toyo Carp
  • Alex Cabrera, o 1B ex-Diamond Backs, Seibu Lions e Tiburones de La Guaira teve uma carreira brilhante e fez história como 1B dos Lions. Um momento marcante ocorreu no jogo 7 da Nippon Series de 2004 quando rebateu um HR que atingiu os vidros das tribunas do Nagoya Dome ajudando o Lions a vencer o titulo depois de 12 anos. Nota: No último título em 1992, os Lions ainda tinha no seu Lineup o mito Kazuhiro Kiyohara, um dos 10 maiores rebatedores da história do baseball japonês.

Essa é a situação de momento para a OffSeason da NPB.

O que achou? Comente! Colabore, dê a sua opinião.

Ricardo Nozuma colaborou com Notícias da Japolândia para o Major Sports Blog

#Sports4Fun

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s