esporte

NHL Power Ranking – 11/01

O ressurgimento de velhos conhecidos na briga por playoffs. No Oeste, tudo muito disputado. No Leste, nada mudou (no topo).

1 (-) Tampa Bay Lightning (31-9-3 – 65 pontos) Nenhuma novidade. TB segue isolado na liderança e com uma boa vantagem sobre Vegas na disputa pelo Presidents Trophy. Na conferência, a distância para o segundo está confortável (8 pontos). E ainda terá uma semana inteira de folga antes do tão aguardado embate contra o Golden Knights. Jogo na semana (em casa): Flames

2 (-) Las Vegas Golden Knights (29-10-2 – 60 pontos) O novato segue em alta, mesmo em três jogos duríssimos, decididos apenas por um gol em todos eles. Com a ascensão dos demais concorrentes, o Oeste ganhará muitos capítulos interessantes até a definição dos playoffs. – Jogos na semana: Oilers (fora) e Predators (casa)

3 (+2) Winnipeg Jets (26-11-7 – 59 pontos) Seis vitórias nas últimas sete partidas. Winnipeg aproveitou os duelos contra um dos piores times desta temporada e colou nos Golden Knights. O famoso “fez o dever de casa”. Agora, o buraco será mais embaixo. Jogos na semana (todos fora): Blackhawks e Wild

JETS

4 (-) Washington Capitals (27-13-3 – 57 pontos) Invicto em 2018, os Caps se estabilizaram na segundo colocação do Leste. A distância para Tampa Bay é grande e só muitos vacilos vindos de lá podem colocar os Caps na briga pelo mando geral na conferência, o que é uma tarefa bem complicada. Jogos da semana: back-to-back contra os Hurricanes (casa e fora)

5 (+2) Nashville Predators (25-11-6 – 56 pontos) O baque da perda momentânea de Forsberg já passou. Os Preds, depois de tropeçarem contra os Yotes, voltaram a vencer (duas seguidas) e seguem no bolo por mando nos playoffs. E a parada será bem indigesta. Jogo na semana (em casa): Golden Knights

6 (-) St. Louis Blues (26-17-3 – 55 pontos) A posição é boa, mas a semana foi complicada. Salvo a vitória sobre Vegas, apenas um ponto em seis possíveis e três derrotas seguidas (média de quase seis gols sofridos por jogo neste intervalo). Como o Oeste está bem indefinido, os Blues não perdem terreno. Mas se continuar assim… – Jogo da semana (fora): Maple Leafs

 7 (+2) Boston Bruins (23-10-7 – 53 pontos) Só foi parado pelos Penguins (e no overtime). No mais, a subida não pára. Boston já tem a segunda melhor defesa da liga (102 gols sofridos) e se consolidou no Leste como um dos candidatos aos playoffs. Para quem teve um início tão ruim, é uma recuperação e tanto. Jogos na semana: Canadiens (fora), Stars (casa) e Canadiens (casa)

8 (-5) Los Angeles Kings (24-13-5 – 53 pontos) Duas derrotas bastaram para os Kings caírem na semana. Mesmo sendo o único time que ainda não sofreu 100 gols (99), o ataque ainda passa por penúrias (e só Jeff Carter está fora). Em resumo: é a mesma situação dos Flyers, mas com mais vitórias. Jogos da semana (ambos em casa): Ducks e Sharks

9 (+1) Columbus Blue Jackets (25-16-3 – 53 pontos) Não está sendo brilhante, mas está sobrevivendo mesmo com cinco desfalques. O IR tem uma chance de dar um diminuída. Entre as possíveis voltas, Alexander Wennberg está entre elas. Jogos na semana: Sabres (fora) e Canucks (casa)

10 (+1) Toronto Maple Leafs (25-17-3 – 53 pontos) O time não vem se encontrando faz algum tempo. A derrota para o Senators na última quarta, é um exemplo disso. O ataque poderoso de Toronto (#3 – 146 gols) não tem dado o resultado esperado. Com outras equipes subindo, playoff já não é uma certeza. Jogo na semana (em casa): Blues

11 (-3) New Jersey Devils (22-11-8 – 52 pontos) Desde o dia 27/12, NJ não sabe o que é vencer. São nada menos do que cinco derrotas seguidas e a queda é acentuada. O time que surpreendeu nos primeiros meses parece ter perdido o ritmo (ou foi zicado tardiamente pós-texto do Silva – se fosse torcedor de Vegas ficaria ressabiado). O que vale para Toronto, vale para os Devils. Jogos na semana: Flyers (casa) e Islanders (fora)

12 (+1) Dallas Stars (24-16-3 – 51 pontos) Uma afirmação ou só uma boa fase? Dallas tem tido bons jogos nos últimos dias, e vem batendo adversários diretos por playoffs até aqui (exceto Edmonton). Tem ajeitado as coisas na defesa e o ataque já figura entre os 10 melhores da liga. É um time a se prestar muita atenção. Jogos na semana: Avalanche (casa), Bruins (fora) e Red Wings (fora)

13 (+3) Minnesota Wild (23-17-4 – 50 pontos) A volta de Niederreiter segue sendo adiada (dia 20 é a data da vez). Levar 7 de Colorado não estava nos planos, mas bateu em Calgary e Chicago (ambos que brigam por pós-temporada). Está longe de estar nos seus melhores dias, mas tem tudo para brigar por uma vaga. Jogos da semana (ambos em casa): Jets e Canucks

14 (-2) New York Rangers (22-15-5 – 49 pontos) Perder do Vegas era compreensível. Já levar para o SO contra Arizona (e ganhar por apenas 1-0)… Uma inconsistência que não tem explicação. NY ainda se mantém na briga, mas precisa melhorar um bocado dentro do gelo. Jogos da semana: Islanders (casa), Penguins (fora) e Flyers (casa)

15 (-1) San Jose Sharks (21-13-6 – 48 pontos) A defesa simplesmente sumiu. SJ não vai levar boas recordações das séries no Canadá (uma vitória e três derrotas) e a aproximação de Blackhawks e Flames na tabela para colocar mais fogo (juro que não tinha intenção) nas últimas vagas de playoff no Oeste. É bom ficar esperto. Jogos na semana: Coyotes (casa), Kings (fora) e Coyotes (casa)

Fechando o ranking

16 (+6) Calgary Flames (22-16-4 – 48 pontos) Avisei que era só falta de sorte

FLAMES

17 (-) Chicago Blackhawks (21-16-6 – 48 pontos) Forsberg calando os críticos. Quem diria…

18 (+3) Colorado Avalanche (22-16-3 – 47 pontos) Os resultados e a cor grená me lembram de um certo time da Moóca…

19 (-4) Anaheim Ducks (19-15-9 – 47 pontos) E isso porque só perdeu duas

20 (-) Pittsburgh Penguins (22-19-3 – 46 pontos) Nunca é tarde para acordar

21 (+2) Philadelphia Flyers (19-15-8 – 46 pontos) O equilíbrio está chegando em Phila

22 (-4) Carolina Hurricanes (19-15-8 – 46 pontos) Cosplay de Brasil x Alemanha realizado com sucesso

23 (-4) New York Islanders (21-18-4 – 46 pontos) Continua com essa defesa e olha onde vai parar

24 (-) Florida Panthers (18-18-6 – 42 pontos) 1-1-1 e um 7-2

25 (-) Detroit Red Wings (17-17-7 – 41 pontos) Vai engrenando aos poucos, mas para chegar em lugares maiores nesse ano é quase impossível

26 (+2) Montreal Canadiens (18-20-4 – 40 pontos) Operou o milagre do ano

CANADIENS

27 (+2) Ottawa Senators (15-18-9 – 39 pontos) Vai ser lembrado por levar 8-2, mesmo tendo ganhado os outros jogos

28 (-2) Edmonton Oilers (18-23-3 – 39 pontos) E o time que era o do futuro…

29 (-2) Vancouver Canucks (16-21-6 – 38 pontos) Dos times que levam a sério, é o lanterna

30 (-) Buffalo Sabres (10-24-9 – 29 pontos) Briga para ser o pior, além do ataque

31 (-) Arizona Coyotes (10-27-6 – 26 pontos) A batalha para não ser o último promete ótimos capítulos

 

Categorias:esporte, hóquei, hockey, nhl

Marcado como:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s