Uncategorized

Preview: Esquadrão de Aço – Bahia!

BORABAEA

O time do Bahia que terminou o campeonato Brasileiro de 2017 na 12ª colocação foi formado por: Jean, Eduardo, Lucas Fonseca, Thiago e Juninho Capixaba; Edson (Juninho), Rene Júnior, Allione (Vinícius) e Régis; Zé Rafael, Mendonza e Edigar Junio.

Para o ano de 2018, o clube irá disputar 5 competições: Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e a Copa Sul Americana.

Do time que terminou jogando o campeonato brasileiro, os seguintes jogadores saíram: o goleiro Jean foi vendido para o SPFC por 10 milhões de Reais, mais a transferência de Régis por 3 anos em definitivo para o ECB e mais um jogador a ser indicado pelo Bahia até o mês de março (inicialmente foi pedido o zagueiro Maidana, que disputou a série B de 2017 pelo Paraná Clube, mas o mesmo não teve interesse em vir para Salvador).

Chegaram o zagueiro Douglas Grolli e o atacante Kayke, ao mesmo tempo, o lateral esquerdo Juninho Capixaba foi vendido ao Corinthians por 6 milhões de Reais, além do Corinthians ceder o Goleiro Douglas (destaque do campeonato brasileiro jogando pelo Avaí) em definitivo para o ECB, assinando um contrato de 3 anos. Em caso de uma futura negociação, o Bahia terá direito a 30% do valor bruto. O clube não teve interesse de renovar o contrato do lateral direito Eduardo, um dos jogadores mais perseguidos pela torcida, graças a sua deficiência na parte ofensiva do campo. O Volante Juninho foi emprestado ao Ceará e Feijão ao CRB

Renê Júnior foi um dos destaques do time no ano. Ele foi procurado pela diretoria para uma provável renovação, já que ele tinha contrato de empréstimo com o ECB e o seu contrato com a Ponte Preta até o fim de 2017. Ele optou em assinar com o Corinthians. Mendonza era outro jogador que tinha empréstimo até o final de 2017. O Clube tinha interesse em sua permanência, mas o mesmo optou em retornar ao Corinthians. O destino provavelmente será a França. O polivalente (zagueiro e lateral direito) Éder também foi liberado, após termino do seu vínculo. Para essas saídas, o Clube trouxe o goleiro Douglas, os laterais João Pedro (Palmeiras), Mena (Sport), Nino Paraíba (Ponte), Léo Pelé (Fluminense), os volantes Elton (Ponte), Nilton e o atacante Élber. O clube ainda está no mercado a procura de reforços para a meia ofensiva e ataque.

Ze-RafaelZé Rafael, um dos destaques do esquadrão de aço.

Internamente o clube passa por uma fase bem tranquila. Marcelo Sant’anna encerrou o seu triênio com aprovação da maior parte da torcida tricolor, mas por motivos particulares, ele optou por não tentar a reeleição, mas conseguiu eleger o seu sucessor, Guilherme Bellintani.

No futebol, o clube tem objetivos bem definidos para o ano de 2018: ser campeão baiano e Bi da Copa do Nordeste. Por causa do título da Copa do Nordeste do ano anterior, o clube já entra na Copa do Brasil na fase oitava de finais (entre os 16). Uma semifinal estaria de bom tamanho. Quanto ao campeonato Brasileiro, o Objetivo é terminar na primeira página da tabela (entre os 10 primeiros). Beliscar uma Libertadores seria um prêmio “ímpar”, tamanha a disparidade. Na copa Sul Americana o time já conhece o seu adversário. Será o boliviano Blooming, com partida de ida em Santa Cruz De La Sierra e volta em Salvador.

Para bater essas metas, o clube trouxe de volta o treinador Guto Ferreira, responsável por montar o time que jogou boa parte do ano. O treinador divide opiniões dentro da torcida, pois alguns torcedores não admitem ele ter trocado o Bahia pelo Internacional no meio do ano de 2017. Outros torcedores acham que ele não tem capacidade técnica para gerir um clube do tamanho do Bahia, mas o presidente bancou a contratação dele, pois um esqueleto do time do ano passado foi mantido para 2018 (Lucas, Tiago, Edson, Régis, Zé e Edigar) e o mesmo já conhece boa parte do elenco e do clube.

O time deverá começar o ano jogando no 4 – 2 – 3 – 1, com a seguinte formação: Douglas, Nino, Tiago, Lucas Fonseca e Mena; Edson e Nilton; Régis (centralizado e revezando pelo lado direito), Zé Rafael (direita) e Élber (esquerda): Edigar Junio (centro). A única dúvida é a permanência do craque do time no brasileirão de 2017, o meia Zé Rafael, que vem sendo assediado pelo Cruzeiro, mas o presidente já informou ao Brasil que o mesmo só sai mediante pagamento integral da multa, que gira em torno de 10 milhões de Euros, algo próximo a 40 milhões de Reais, na atual cotação.

Eu sou o “Teclas” e normalmente escrevo sobre a NBA para o Major Sports, mas dessa vez eu estou lhes passando as informações do meu time do coração, o Esporte Clube Bahia, mais conhecido também como Esquadrão de Aço.

 

Paulo Correia deixou a calculadora de lado e tentou não ser muito corneta para escrever esse preview, especialmente para o blog Major Sports.

Categorias:Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s