esporte

PREVIEW: ATLÉTICO MINEIRO

1200px-Atletico_mineiro_galo

Depois de nossa “quaresma” sem futebol, finalmente o Galo está de volta às suas atividades, podendo essa massa de devotos de São Victor finalmente exercer sua paixão, ou como alguns prefere, sua Religião.

O Galo esse ano busca uma completa reformulação (além do famigerado título brasileiro). O que não significou numa generalizada de seu elenco, pelo contrário, o Vício da Massa perdeu apenas três peças consideradas titulares (Marcos Rocha, Fred e Robinho).

A reformulação que nosso Galo busca é da forma de jogar, com o resgate do “galo doido” dos áureos tempos de Cuca, enterrando de vez o monótono, sonolento e lento time de Fred do ano passado.

Tal reformulação fica muito clara ao analisarmos o perfil dos jogadores que chegaram, sempre atletas com uma maior mobilidade do que aqueles que aqui estavam na última temporada, situação que permitirá ao técnico, Osvaldo de Oliveira, a possibilidade de trabalhar esquemas táticos variados dentro de uma mesma partida.

O Galo de 2018 tem como novidades em seu elenco os jogadores Samuel Xavier, Roger Guedes, Erik, Arouca, Ricardo Oliveira, Iago Maidana e, agora mais recente, Tomás Andrade que, ainda com a contração de dois veteranos, conseguiu reduzir consideravelmente a média de idade do elenco, fator bastante criticado em 2017.

Nos primeiros treinos e jogos do ano, o galo, ainda com o time reserva, vem demonstrando uma tendência a jogar no esquema 4-1-4-1, tendo Arouca à frente da linha defensiva e Ricardo Oliveira da linha de ataque. Entretanto, esta formação fica melhor desenhada quando o time esta com a bola, pois, quando a perde, a compactação do sistema defensivo faz alterar para um sistema 4-2-3-1, com o Elias fechando a entrada da área ao lado do Arouca e os dois jogadores abertos fechando pelas laterais (Otero e Roger Guedes).

cazares-atletico-mg-131216Cazares

O Ataque do galo é composto de jogadores essencialmente rápidos (Otero, Cazares, Roger Guedes – sem contar o Elias chegando de trás), com o Ricardo Oliveira à frente como centroavante de área, já não tão rápido assim. A chave do sucesso no sistema ofensivo esta nos pés de Cazares. O meia equatoriano, que atuará como um meia mais centralizado nessa temporada, terá que ser o maestro desse time. Bola a gente sabe que ele tem, o que falta é mais regularidade e menos noitadas (com isso contamos com nosso pastor e companheiro de quarto, Ricardo Oliveira. Amém???)

O sistema defensivo de 2018 promete ser um ano de transição, com a saída aos poucos de Leonardo Silva, nosso capitão, e a entrada de Iago Maidana, grande promessa para compor a zaga ao lado do também jovem Gabriel. A grande perda do ano foi a ida de Marcos Rocha ao Palmeiras, nos cabendo agora torcer para que o seu substituto, Samuel Xavier, tenha um bom rendimento mantendo o nível da nossa lateral nos últimos anos.

igor maidanaIago Maidana

Assim, o ano do nosso galão da massa se inicia com grande expectativa do retorno ao futebol ofensivo que cativa o torcedor atleticano, torcedor este que rezará ao lado do nosso Pastor todos os dias para que Cazares se desencante de vez, largue a noite e encontre o caminho de Deus! (que nesse caso também pode ser entendido como caminho do gol)

Então é isso, Torcer, rezar e se nada dar certo, que o cruzeiro vá mal e o Fred faça menos gol que o Mixirica!

Time base: Victor, Samuel Xavier, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Arouca; Elias, Otero, Cazares e Roger Guedes; Ricardo Oliveira.

Tecnico: Osvaldo de Oliveira

Destaques positivos: a chegada de Roger Guedes, Igor Maidana e Erik, rejuvenescendo o elenco.

Destaques negativos: A perda de Marcos Rocha, deixando uma incógnita na posição mais regular do galo nos últimos anos.

Fique de olho: O meio campista Thalis e no atacante Marco Tulio; ambos jovens jogadores vindo da base atleticana que, nesse inicio de ano vem se mostrando muito confortáveis entre os profissionais.

Campeonatos:

Campeonato Mineiro: ser campeão

Copa do Brasil: Final

Brasileirão: classificar para libertadores

Copa Sulamericanada: semifinal

Di Stefano Marques.

 

Esse preview foi feito pelo Di Stefano,  especialmente para o blog Major Sports

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.