esporte

Preview: Grêmio de Futebol Porto Alegrense

O 2018 do IMORTAL

Gremio.svg

O ano de 2017 foi o ano dos sonhos para qualquer torcedor gremista. Ano em que o time jogou o melhor futebol do Brasil, chegando “nas cabeças” em todas competições das quais participou e de quebra viu o rival sofrendo na série B enquanto o Imortal era campeão da Copa Libertadores. Vale ressaltar que além de ser o tricampeonato, o time repetiu um feito que somente o Santos de Pelé havia realizado: ser campeão na Argentina contra um time argentino.

O time de 2017 será recitado pela torcida ao longo da história como a “Esquadra de 1995”, formada pelos imortais: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Michel, Arthur, Luan, Fernandinho, Ramiro e Lucas Barrios, mas também não podemos esquecer de Pedro Rocha, Jailson, Cicero, Jael e Bressan, que sempre que foram requisitados deram conta do recado.

imortal

Nesse ano que se inicia o tricolor jogará cinco competições, onde tentará quebrar o “tabu” e voltar a ser campeão Gaúcho, título que não vem desde 2010. Joga também a Libertadores, Copa do Brasil, Brasileirão e a Recopa Sul-Americana que será contra o Independiente da Argentina. Ambos os times são conhecidos como Rei de copas.

Do time que terminou jogando o ano de 2017, diversos jogadores saíram e vários também chegaram. Entre os jogadores que saíram vale ressaltar Edilson, Fernandinho e Lucas Barrios. O Barrios saiu por opção da diretoria, que o julgou como um atleta caro e de baixa retorno. Sim, o Lucas marcou gols importantes, mas também se machucou demais e no fim do ano viveu uma seca grande de gols. Devemos nos lembrar que um camisa nove vive de gols.  Fernandinho optou trocar o tricolor pelo futebol chinês. O time já vinha tentando negociar esse jogador fazia tempo, devido a seus altos salários e baixo rendimento. Antes dessa saída em definitivo ele já havia sido emprestado para Flamengo e Chievo (Itália). Já com o Edílson a história é outra. O jogador foi sinônimo de raça, entrega e determinação, mas optou em trocar o Grêmio pelo Cruzeiro pelo fator financeiro, pois na equipe celeste ele irá receber basicamente o dobro dos rendimentos que recebia pelo time do sul. Também vale falar que Arthur tem proposta do Barcelona e o Luan da Lazio, mas nada disso é definitivo. Pelo menos no momento em que foi redigido este texto.

No quesito contratações o time ficou devendo. Houve a chegada de alguns jogadores, mas ninguém para encher os olhos da torcida. Foram contratados os seguintes jogadores: Paulo Miranda, Madson, Alisson, Thonny Anderson e Thaciano.

Paulo Miranda que veio do Red Bull da Áustria já chegou sendo “amado” pela torcida. Na sua apresentação confundiu o nome do Grêmio pelo do Inter e logo no seu jogo de estreia foi expulso.  Nas partidas que atuou até o momento se mostrou muito fraco defensivamente, falhando bastante e levando muitos cartões. Madson veio do Vasco e também se mostrou com muita deficiência técnica, errando muitos passes e cruzamento. Os outros jogadores eu ainda não tenho uma amostra decente para tecer algum comentário.  Alisson chegou do Cruzeiro na troca do Edilson. Thonny Anderson também veio do Palestra, vindo por empréstimo de um ano com passe definido. Corre entre a mídia especializada que o Thonny está treinando muito bem e pode fazer o papel do Luan numa eventual saída e o Thaciano que veio do Boa Esporte é uma incógnita. Vale citar que em março está previsto o retorno do maestro Douglas, depois de um 2017 repleto de lesões.

O imortal também está com uma base bem forte. Em uma possível perda de Arthur e Luan existem peças de reposição que se não forem a altura, podem ser lapidadas e em algum momento estarem ao mesmo nível, são eles: Victor Bobsin, um segundo volante brigador, com bom passe e Pepe, que tem um drible espetacular, onde parece sempre estar um passo à frente dos marcadores.

Gremio v Atletico MG - Copa do Brasil Final 2016

O time tem um 2018 com metas bem ousadas, já que o nível de exigência da torcida subiu muito, devido ao desempenho do ano anterior. O Gauchão é quase uma obrigação, além de brigar por títulos e estar nas cabeças em todas as outras competições que participar.

Este ano a pré-temporada começou atrasada devido ao mundial e o clube só se reapresentou na metade de janeiro, já com o estadual em andamento, então, até que o time principal esteja pronto o clube está usando o grupo de transição no estadual, mas este grupo vem decepcionando a torcida com desempenho baixo e uma defesa pífia, sofrendo muitos gols e não conseguindo vencer uma partida. O time principal deve retornar somente na quinta rodada do campeonato estadual.

O time não conseguiu contratar um centroavante de ofício. Até o momento então existem duas possíveis formações, ambas no 4-2-3-1. A defesa e a “volância” será igual nas duas formações: Grohe, Madson, Geromel, Kannemann, Cortez, Arthur e Michel. Da meia ofensiva para frente é que vem as mudanças. Uma delas é semelhante ao time do ano passado, com Ramiro, Luan, Alisson e Jael (Everton). A outra formação lembra mais o esquema usado no penta da copa do brasil em 2016,’ com Ramiro, Thonny Anderson (Douglas), Alisson e Luan atuando como um Falso nove.

Grande abraço a toda nação “imortal”.

Vinicius Busatto.

 

Vinicius Busatto ainda está comemorando o Tri da Libertadores e escreveu esse preview especialmente para o blog Major Aporte

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s