basketball

NBA – MELHORES DA TEMPORADA – “Mid Season Awards”

E lá vamos nós para mais uma missão dada pelo nosso companheiro de MSB @caiofillipi. Nesse texto eu falarei sobre quem levaria os prêmios e as suas justificativas se considerarmos apenas a primeira metade da temporada.

MVP – Most Value Player

harden

A disputa para o prêmio de MVP da liga vinha sendo bastante acirrada entre Lebron James e James Harden, mas dois cenários fizeram com que a disputa tivesse uma folga para um dos lados. Primeiro a contusão do Barba, que o deixou de fora das quadras por exatos 7 jogos, entre os dias 03 e 17 de janeiro, dando espaço para o seu fortíssimo oponente, que neste período acumulou os seguintes números: 24,5 PPG, 5,5 APG e 6,0 RPG, enquanto o Barba estava de molho. Mas em contrapartida o desempenho dos Cavaliers (34 – 22) caiu demais no final do mês de dezembro até este início de fevereiro, quando o Staff resolveu trocar mais de meio de time. Depois disso, o time vem de 3 vitórias consecutivas. Isso fez o Lebron perder espaço na corrida para o MVP, mesmo fazendo um esplendida temporada (26,5 PPG chutando para 54,4%, 8,1 RPG e 8,9 APG). O time ainda é o terceiro colocado no Leste, mas com Wizards, Bucks e Pacers no encalço. Enquanto isso os Rockets (44–13) disputam a liderança do “Oeste Selvagem” cabeça a cabeça com o Golden State Warriors (44–14). Na temporada o James Harden acumula os seguintes números: (31,3 PPG, 5,1 RPG e 9,0 APG). De quebra o Barba tornou-se o primeiro jogador na história da NBA a fazer um Triplo – Double marcando 60 pontos, somados a 10 rebotes e 11 assistências. Eu sei que o espaço de tempo é muito curto para se chegar a alguma conclusão, mas se os Cavs pós trocas mantiver esse ritmo, o Lebron irá brigar pelo prêmio de MVP até o último jogo da temporada. Faço aqui uma menção honrosa ao Kevin Durant, que também vem fazendo uma bela temporada.

ROY – Rookie of The Year

phila

Os melhores recrutamentos do draft geralmente são escolhidos pelas equipes que tiveram os piores desempenhos na temporada anterior. Donovan Mitchell, 13º escolha do draft vem fazendo uma belíssima temporada, acumulando 19,6 PPG, 3,5 RPG E 3,5 APG, além de fazer com que a torcida esqueça o Gordon Hayward. Também não podemos deixar de citar Jason Tatum, 3ª escolha (13,5 PPG, 5,1 RPG E 1,4 APG) e Kyle Kuzma, 27ª escolha (15,8 PPG, 5,9 RPG E 1,8 APG), mas na minha humilde opinião, o ROY já tem dono. A não ser que aconteça alguma catástrofe, Ben Simmons levará o prêmio. O armador australiano, pick 1 do draft do ano passado, tem características do jogo do Lebron. Armador alto, forte e com uma incrível visão de jogo. Futuro franchising player e estrela da liga. Ele apenas precisa desenvolver o tiro do perímetro para se tornar um jogador completo. Ele acumula as seguintes médias: 16,4 PPG, 7,8 RPG E 7,3 APG

DPOY – Defensive Player Of The Year

paul jorge

Entre os prêmios citados, eu acho que é o mais complicado para escolher um vencedor nesse instante. A defesa que cedia menos pontos até o dia 11/02 era a do Boston Celtics, cedendo 98,4 PPG. Esse número subiu para 99.6 PPG graças a chuva de pontos sofridos no TD Garden contra Cavs e Clippers e deixando de ser a número 1 e sendo a número 5. Vendo um time formado por Irving, Brown, Tatum, Baynes (Morris) e Horford não dá para enxergar um grande defensor, mas fica bem claro que o esquema defensivo do Brad Stevens funciona. No ano passado os Warriors tiveram uma defesa muito eficiente e de quebra o Green levou o DPOY. A chegada do Durant trouxe resultado dos dois lados da quadra. O time lidera a liga em Blocks. KD possui uma média de 1,9 por jogo. Ele faz uma rotação defensiva com Green, Bell (machucado) e o Iggy. Nós sabemos que a defesa tem dois pontos fracos: o Curry e os rebotes, principalmente quando o Green não está em quadra. Drummond também precisa ser citado. O cara tem pego mais rebotes do que tocos nas baladas da vida, além de proteger o aro defensivo dos Pistons. O terceiro nome que eu irei citar é o do Paul George. Mesmo sem fazer a melhor ou a mais brilhantes das suas temporadas, ele tem ajudado demais na quadra defensiva do OKC. A missão deverá aumentar, com a contusão do Robertson. O cara é um ladrãozinho fino, com uma média de 2,2 roubos por jogo. A defesa do OKC força em média 16 turnovers por jogo (número 1 da liga nesse quesito). Algumas pessoas vão citar o Butker, o DAJ, mas esse momento eu daria o DPOY para o Paul George.

Decepção da Temporada

thomas

Uma das unanimidades desse texto. O baixinho Isaiah Thomas decepcionou em Ohio, se tornou persona não grata em Ohio e acabou sendo chutado de lá. De candidato a MVP, trocado na off season, 6 meses de molho, um retorno bastante questionável e mais uma vez trocado, desta vez para o Lakers, onde provavelmente também não ficará ao término da temporada, já que a ideia do Staff Angelino é de abrir espaço na folha salarial para contratar dois franchising players. O jogo dele simplesmente não encaixou. A culpa foi dele ou do Lue??? “O mundo dá voltas!”

Coach of The Year

usa-today-9072030.0

Dois candidatos favoritos ao prêmio: Brad Stevens e Erik Spoelstra. O primeiro desde a sua primeira temporada mostra que é um técnico capacitado (mesmo com a pouca idade) e um estudioso do jogo. Comandou bem o rebuild em Boston e no curto prazo o time está nas cabeças da conferência Leste. Usou muito bem as infinitas” picks ganhas nas negociações do Big Three. O caminho do Spoelstra foi mais complicado. Viveu um período em que duvidaram do seu trabalho, mesmo tendo vencido dois títulos, Depois de 4 anos, perdeu o Lebron e logo em seguida o Bosh, mais as sucessivas lesões do Wade. Um novo e competitivo time surgiu, com Johnson, Waiters, Dragic e Winslow. Alguns também citariam o Mike D’antoni, mas um time que já foi muito bem no ano passado teve a adição de um baita jogador que é o Chris Pauls. Aí fica fácil! Por melhor que seja a campanha do Boston, eu acho que o trabalho de reestruturação em Miami é muito mais difícil. O vencedor seria o Erik Spoelstra.

Surpresas da Temporada

Denver Nuggets – O time liderado pelo gigante Nikola Jokic nas últimas semanas tem jogada demais. Derrotou GSW e OKC jogando um jogo coletivo, com um perímetro fatal.

Indiana Pacers – Quem imaginou que o despedaçado Pacers estaria na zona dos playoffs, com os preteridos Oladipo e Sabonis jogando muita bola!!! Saudades do Paul George? Quem tem???

Wizards – Wall encara a segunda contusão da temporada e o time continua nas cabeças do Leste. Beal seu lindãooo!!!

Menção honrosa ao Lillard’s Team, Portland Trail Blazers e ao Utah Jazz, que é o time mais quente da liga nesse momento, em uma sequência de 11 vitórias consecutivas

Apenas acabamos de passar o All Star Break e ainda tem muita água pra rolar até o início do mês de Abril, mas eu particularmente não vejo mudança nos principais prêmios, a não ser que algum dos favoritos venha a ter algum tipo de contusão.

Um grande abraço do @Teclasnaveia, Paulo Correia.

Paulo Correia escreve periodicamente sobre NBA, especialmente para o blog Major Sports

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s