Fala Torcedor

Preview – Sport Club do Recife

Sport

Alô galera leonina, torcedor do verdadeiro e único campeão brasileiro de 1987.

Estamos aqui para falar um pouco sobre nosso glorioso Sport. O que esperar desse elenco, agora sem o Diego Souza? Será que Rithely e André terão competência e motivação para carregar esse time? E Nelsinho, vai conseguir ter sucesso mais uma vez por aqui?

Vamos lá falar sobre isso e outras coisas referentes ao rubronegro da praça da bandeira.

O Sport vem de um ano bem decepcionante, apesar de ter ganhado o campeonato pernambucano, pode-se dizer que não fez mais do que a obrigação. E um vice campeonato na Copa do Nordeste, campeonato no qual o time foi avançando mais pelo peso da camisa do que qualquer outra coisa. Na Sulamericana e Copa do Brasil, campanhas razoáveis, mas quase sempre sem convencer. E no principal torneio do ano, o brasileirão , o time decepcionou demais, só escapando do rebaixamento na última rodada. O pior, tudo isso com o elenco mais caro da história do clube.

Já esse ano o investimento será bem menor, e aí já se imagina mais sofrimento vindo. Nosso elenco está bem abaixo de um ideal para disputar a série A, que é o carro chefe do clube. A começar pela defesa, que foi uma das piores do Brasil no último ano. Mas ao que parece, não para a diretoria, que trouxe apenas Léo Ortiz como reforço para a zaga. Nas laterais não suprimos as perdas a altura, perdemos Mena e trouxemos Capa, e para o lugar de Samuel Xavier veio o desconhecido Felipe Rodrigues. De  volantes até que o time está bem servido, pelo menos de titulares. Anselmo e Rithely é sim uma boa dupla, porém a incógnita é como estará a motivação do Rithely depois de ser almejado por vários clubes, mas sem liberação do Sport. Se ele estiver motivado sabemos que tem potencial para ser um dos melhores do país na posição, não é a toa que ele já foi cotado para a seleção brasileira.

No meio o Sport perdeu seu grande craque, Diego Souza e podem falar o que quiser, mas ele é um jogador diferenciado. Já tem dado para se observar a falta que ele faz naquele meio de campo, Marlone sabemos que é bom jogador, mas ele seria bem mais útil ao lado do DS 87. Talvez com o retorno do Everton Felipe nos próximos meses o setor ganhe em qualidade.  Nosso ataque se resume a um nome, André. Todos os outros são incógnitas, ou certeza de ruindade mesmo. E mesmo assim, André entra na mesma análise do Rithely, pois ficou balançado com a possibilidade de ir disputar uma libertadores com o Grêmio, porém a diretoria frustrou isso recusando todas as propostas feitas pelo clube gaúcho, resta saber agora como o André reagirá a essa situação.

Leão quer negociar jogador por 3 milhões de euros e não aceitou proposta que envolvia empréstimo de atletas; valores estão próximos

ANDRE-SPORTfonte: GloboEsporte.Com

Porém, mesmo com todas essas dificuldades no elenco, eu particularmente acredito muito no trabalho do Nelsinho. É bom lembrar que naquele título da Copa do Brasil, o time do Sport estava longe de ser um primor técnico e mesmo assim sabemos no que deu. Óbvio que já se passaram dez anos desde então, mas quem sabe nunca desaprende.

No âmbito político, é só tristeza.  O presidente do clube, Arnaldo Barros, tem feito uma administração desastrosa, apesar de altos investimentos nas montagens de elenco, o time não tem feito boas campanhas dentro de campo. Além disso, a falta de transparência chega a irritar, todas as negociações feitas pelo clube parecem que são feitas as escondidas. Para onde foi o dinheiro da venda do Diego Souza por exemplo?  Sem contar que o clube tem atrasado salários e outros compromissos com os atletas,  coisa que não acontecia a muito tempo na Ilha do Retiro. Resumindo, graças a esse presidente e seus pupilos, temos um elenco fraco para o nível da série A e cheio de jogadores insatisfeitos.

Enfim, se esse panorama não for mudado, é torcer pra o time não ser rebaixado para a série B do brasileiro, que já estaremos no lucro. Copa do Brasil é difícil fazer uma análise por ser torneio eliminatório,mas pensar em algo além de oitavas de finais  é uma utopia.

*Nota do Editor: Essa matéria foi escrita antes da eliminação traumática do Sport para o Ferroviário-CE. O Sport abriu 3×0 e deixou o time cearense empatar no final do segundo tempo levando a decisão para os pênaltis, aonde conseguiu a  classificação por 4×3.  Incrível

E no campeonato pernambucano, se não for campeão já será humilhante, já que a folha salarial do Sport é maior do que a de todos os outros clubes juntas.

magrao_GM020417112-745x410

Mas enfim galera, nem tudo está perdido, nosso time, apesar de tudo, não é um desastre total. Ainda temos o Magrão, o maior ídolo da história do Sport, e que ainda é bem competente no que faz. No meio campo ainda temos qualidade com Marlone, Rithely é Anselmo. Esse último aliás, vem sendo o destaque do time nesses primeiros jogos. E na frente temos o André, que tem feito seu papel aqui no Sport, que é fazer gol. Com algumas contratações pontuais, esse time pode sim se tornar competitivo, mas pra isso acontecer, a diretoria tem que abrir o caixa, pois essa política de bom e barato, está quase extinta do futebol.

anselmo-1-745x410

Meu time base com as peças que temos no momento seria:

Magrão, Raul Prata, Henriquez, Léo Ortiz e Capa – Anselmo, Rithely, Marlone e Gabriel – Leandro Pereira e André.

Apesar de tudo, sempre estaremos na torcida pelo Sport, pois como já diz nosso lema, “Pelo Sport Tudo”.

Pedro é Sport até o fim e colaborou exclusivamente com este preview para o Major Sports Blog.

#Sports4Life

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s