baseball

Preview– Cincinnati REDS

Cincinnati_Reds_Logo.svg

O distante 2013 mostra a última vez que o tradicional Reds, tricampeão na década de 70, jogou em Outubro. Foi eliminado no jogo único do WildCard em uma grande atuação de Francisco Liriano pelo Pirates contra Johnny Cueto. Desde então só campanhas negativas em Cincinatti, fazendo com que os melhores anos da carreira de Joey Votto sejam com campanhas muito ruins. Em 2017 a equipe teve apenas 68 vitórias, com a rotação tendo números terríveis para quem não se chama Luis Castillo. O técnico Bryan Price vai para sua quarta temporada no cargo para ao menos alcançar recorde positivo ou a equipe assumir de uma vez um rebuild.

 

CHEGADAS E SAÍDAS

Quem chegou:

– Jahred Hughes – RP – Brewers – W-L 5-3 / ERA 3,02

– David Hernandez – RP – Dbacks – W-L 3-1 / ERA 3,11

Quem saiu:

  • Zack Cozart – SS – Angels – AVG 0,297 / 24 HR 68 RBI

 

LINEUP e ROTAÇÃO

Anthony-DeSclafanis-long-awaited-return-helps-Cincinnati-Reds-top-Oakland-AthleticsAnthony DeSclafani

Rotação

  1. Anthony DeSclafani
  2. Brandon Finnegann
  3. Luis Castillo
  4. Homer Bailey
  5. Robert Stephenson
  6. Sal Romano

A trágica rotação do Reds terá um grande reforço na temporada: Anthony DeSclafani volta ao montinho depois de perder a temporada 2017 com rompimento do ligamento do cotovelo após uma tendinite diagnosticada, mas para essa temporada ele estará saudável para o opening day. Finnegan e Luis Castillo tiveram boas temporadas em 2017 e tem grande possibilidade de crescimento. Bailey, Stephenson e Romano revezarão no final da rotação, sendo claramente um upgrade a Bronson Arroyo e Tim Addleman que tiveram números horríveis em 2017.

Bullpen:

Closer – Raisiel Iglesias

Setup – Michael Lorenzen

Reliever – Amir Garrett

Reliever – Wandy Peralta

Reliever– Jared Hughes

Reliever– David Hernandez

As duas chegadas ao Reds na temporada foram 2 relievers em Hughes e Hernandez, o que demonstra como foi tétrica a temporada do bullpen. Iglesias e Lorenzen fizeram uma grande dupla na oitava e nona entrada, no entanto o caminho entre os starters e a dupla foi um grande problema na equipe. Por ter uma rotação com nomes frágeis, a equipe foi atrás de mais opções para não desgastar seus principais homens de bullpen.

Lineup:

1 – Billy Hamilton (CF)

2 – Adam Duvall (RF)

3 –Joey Votto (1B)

4 – Eugenio Suarez(3B)

5 – Scooter Gennett (2B)

6 – Jose Peraza (SS)

7- Scott Schebler (LF)

8 – Tucker Barnhart (C)

9 – Pitcher

billyBilly Hamilton

Bench :

Jesse Winker – OF

Devin Mesoracco – C

Cliff Penington – 2B

Philip Ervin – OF

O bom ataque do Reds é uma tradição que vem a muitos anos, sendo liderado por Joey Votto, um dos hitters mais subestimados da liga, mas com uma consistência e potência incrível. O ataque foi o sexto em HR e segundo em Bases roubadas na liga nacional. Votto, Duvall, Suarez e Schebler tem potencial para mais de 100 HR. Billy Hamilton apesar de ficar 1 mês fora por contusão roubou 59 bases, um grande leadoff que precisa melhorar seu porcentual em base. O lineup tem muita potência mas precisa melhorar seu aproveitamento e reduzir número de Strikeouts para disputar com as melhores equipes da liga. A equipe perdeu Cozart para o Angels mas Jose Peraza tem muita velocidade em base compensa bem a inesperada boa temporada de Cozart em 2017.

Previsões da temporada

MVP – Joey Votto – o subestimado primeira base do Reds continua como líder do time. Para vocês terem ideia, ele tem média de 29 HR e 98 RBI por cada 162 partidas, números espetaculares.

vottoJoey Votto

Pronto para Estrelato – Luis Castillo – o jovem arremessador tem tudo para se tornar o Ace da equipe. Estreou nas majors em 23 de junho, começanco 15 partidas com ERA de 3,12, teve apenas 3 vitórias muito por culpa da falta de run suport. Olho no dominicano.

Reforço que pode fazer a diferença –Hernandez e Hughes, novos relievers que irão diminuir a carga do bullpen e ajudar o poderoso ataque.

Saída que fará falta –Zack Cozart – O SS teve um tremendo ano de 2017, assim tendo uma grande proposta do Angels. Será que Peraza vai compensar essa saída?

Precisa de um ano melhor – Billy Hamilton – O OF mais rápido da liga precisa melhorar seu percentual em base que foi menos de 30%, o que é inadmissível para um leadoff.

Top Prospect –  Nick Senzel – 3B – o excelente terceira base está na double A mas está cotado para subir até o fim do ano. No ano de 2017 teve um aproveitamento de 32,1%. Cuidado Eugenio Suarez, Senzel vem ai…

 

Expectativa para 2018

castilloLuis Castillo

Mais um ano que passa, e o Reds continua com seu ataque potente liderado por Joey Votto e Adam Duvall, mas o alto percentual de strikeouts dificulta a evolução do time. Sclafani e Luis Castillo pode se tornar uma dupla de SP jovem bem consistente, liderando essa rotação. Houve considerável melhora em seu bullpen mas ainda será insuficiente para disputar o título da Divisão Central da Liga Nacional.

As calculadoras concluem que o time a equipe terá uma campanha 78-84, mas ainda longe das potências Cubs, Cardinals e Brewers. Será a hora do rebuild?

 

A série de “Previews” da MLB é um oferecimento do blog Major Sports. Nesta matéria tivemos a colaboração de Caio Filippi, o @caiofilippi no twitter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s