basketball

NBA: Power Ranking #R∃V∃RSO

Faltam duas semanas para o final da temporada regular. Um lado está praticamente desenhado para os playoffs. O outro segue a sua velha e sempre boa briga de foice. E, pela última vez na temporada 2017-18, o PR reverso com algumas ressalvas a liga. Partiu PR:

30 (-1) Phoenix Suns (19-56) Uma vitória nos últimos 13 jogos e a esperança para a loteria segue cada vez maior. A ascensão de Josh Jackson e a provável saída de Alex Len na free agency podem mudar algumas coisas no Arizona. Favorito na caça a DeAndre Ayton.
Jogos na semana: Clippers (casa), Rockets (fora), Warriors (fora) e Kings (casa)

29 (+1) Memphis Grizzlies (20-54) NBA? Vamos conversar. Se um time que opta por deixar dois jogadores fora da rotação (que são considerados titulares na sua equipe) você dá advertência pedindo mais competitividade, o que fazer com o outro que PERDE POR 61 E OS JOGADORES AINDA FICAM RINDO NO VESTIÁRIO? Percebe-se os “critérios”.
Jogos na semana: Trail Blazers (casa), Jazz (fora) e Trail Blazers (fora)

menphisUnidos por um ideal: perder

28 (-) Atlanta Hawks (21-53) Os Hawks até andam fazendo umas graças (ganhou até do Jazz… Quem diria?), mas vai ficar apenas nisso. O verdadeiro Robin Hood de 2017-18. Um adendo a quem tem o armador Dennis Schroder no seu elenco de fantasy: repense as ideias para as semanas que virão.
Jogos na semana: Timberwolves (fora), 76ers (casa), Magic (casa) e Heat (fora)

 27 (-) Orlando Magic (22-51) Longe de ser um full tank, mas vem ganhando alguns jogos (vem de vitória, inclusive). Sem Evan Fournier até o final da temporada, Orlando vai brigar para que a sorte o ajude no draft. Se na época da sua fundação vinha pick #1 a rodo, quem sabe agora isso não acontece?
Jogos na semana: Nets (casa), Bulls (casa), Hawks (fora) e Knicks (fora)

26 (-2) Dallas Mavericks (23-51) Não tem porque poupar. Dallas vai jogando com o que tem de melhor e deve encerrar o campeonato com a consciência tranquila: falou a verdade durante o intervalo do ASG. E sim, o alemão Dirk Nowitzki planeja jogar a próxima temporada. Mito!
Jogos da semana: Lakers (fora), Timberwolves (casa), Cavaliers (fora) e Trail Blazers (casa)

dirk

25 (+1) Brooklyn Nets (23-51) A evolução que era estimada não veio como era planejado, e o Nets vai terminar mais um vez na parte baixa da tabela (e sem um top pick, já que a escolha irá para os Cavaliers), mas com pontinhas de esperança. Jarrett Allen é um bom achado e D-Lo tem por onde crescer mais. Que tempos melhores venham para Brooklyn.
Jogos na semana: Magic (fora), Heat (fora), Pistons (casa) e 76ers (fora)

24 (+1) Sacramento Kings (24-51) Do bonde do tank, foi o que ganhou mais jogos no mês de março (6 jogos). Um time que contará com De’Aaron Fox para dar a chave da franquia e que precisa buscar mais um grande talento no draft. De uma coisa não há do que reclamar: Sacramento não virou a casa da mãe Joana em 2018.
Jogos na semana: Pacers (casa), Warriors (casa), Lakers (fora) e Suns (fora)

23 (-) Chicago Bulls (24-50) Sem pressa e “pagando” pelo mês de dezembro espetacular. Chicago não tem mais soluções, ainda leva bronca da NBA e não terá nenhum motivo para acelerar as voltas de Dunn e LaVine. Que a sorte esteja na loteria.
Jogos da semana: Heat (fora), Magic (fora), Wizards (casa) e Hornets (casa)

22 (-) New York Knicks (27-48) Trey Burke novo ídolo de Michel Almeida é um dos poucos que mostram serviço nessa reta final de campeonato na Big Apple. O armador vem jogando demais e recuperando o seu valor, já que foi esquecido em Utah e Washington. No mais, só isso.
Jogos na semana: 76ers (fora), Pistons (casa) e Magic (casa)

knicks

21 (-2) Los Angeles Lakers (32-41) De cabeça erguida. O ano dos Lakers terminará com muitas boas perspectivas para a próxima temporada. Luke Walton conseguiu colocar um padrão na equipe e muitos talentos podem ser mais lapidados. Segurar Julius Randle deve ser uma das prioridades do time. E o All-Star é capítulo para as férias de julho.
Jogos na semana: Mavericks (casa), Bucks (casa), Kings (casa) e Jazz (fora)

20 (+1) Charlotte Hornets (34-41) Fez uma segunda metade de campeonato positiva (10-8, com duas sequências de 4 vitórias seguidas) e vai ficar fora da pós-temporada pela primeira parte ruim de campeonato. Um milagre pode acontecer? Bem difícil. O núcleo deve mudar para 2018-19.
Jogos na semana: Cavaliers (casa), Wizards (fora), 76ers (casa) e Bulls (fora)

19 (+1) Detroit Pistons (34-40)Vai ficar para o ano que vem. Detroit empolgou, achou um FP em Blake Griffin, mas ainda tem lacunas a serem arrumadas. Achou boas peças em Kennard e Bullock, mas precisa de mais material humano para brigar por um algo a mais. Talento tem e no papel é uma boa equipe para incomodar nos próximos anos.    Jogos na semana: Wizards (casa), Knicks (fora) e Nets (fora)

18 (-1) Milwaukee Bucks (39-35) Oscilante (a mesma toada a temporada inteira) e estará nos playoffs devido a ótima vantagem que tem diante dos Pistons. Um vacilo épico tira os Bucks da pós-temporada. Que o Grego fique saudável.                                                        Jogos na semana: Warriors (fora), Lakers (fora), Nuggets (fora) e Celtics (casa)

17 (-1) Denver Nuggets (40-35) Um ano que está perto de bater novamente na trave. Talvez com Millsap jogando todo o campeonato a sorte fosse outra, mas as chances do Nuggets não são das melhores. Ainda terá uma tabela duríssima até o final. As chances de ver Jokic jogando um playoff ficarão para 2019.                                                                Jogos na semana: Thunder (fora), Bucks (casa) e Pacers (casa)

16 (+2) Miami Heat (40-35) Mais uma vez tirando leite de pedra e colocando uma equipe que poucos davam como certo nos playoffs de 2018. O que faltou ano passado, foi compensado agora. Ainda sem Whiteside, Miami pode complicar a vida dos que estão entre as cabeças. Não pode menosprezar o Heat (ainda mais com D-Wade de volta).      Jogos na semana (todos em casa): Bulls, Nets e Hawks

Fechando o ranking

15 (-4) Los Angeles Clippers (40-34) Independente de como terminar está de parabéns!

14 (-2) Washington Wizards (41-33) Wall voltando na hora certa

13 (-3) Minnesota Timberwolves (42-33) Perder jogo ganho é um dos problemas de ter Thibs como seu técnico

12 (+1) Utah Jazz (42-32) Se cruzar com o Warriors desfalcado…

11 (+5) San Antonio Spurs (43-32) Triplica o bicho pro LaMarcão!

spurs

10 (-2) New Orleans Pelicans (43-32) Objetivo: não quebrar mais ninguém

9 (-3) Indiana Pacers (44-31) Não é só na MLB que as estatísticas contrariam tudo

8 (-1) Oklahoma City Thunder (44-31) O mais “de boas” na briga do Oeste

7 (+8) Philadelphia 76ers (43-30) E alguém ainda duvida do processo?

6 (+3) Cleveland Cavaliers (44-30) Já está entre os 8 garantidos. Mais uma vez LBJ vai mostrar que o Leste ainda tem dono?

5 (-) Portland Trail Blazers (46-28) Arrancada crucial rumo aos playoffs

4 (-) Boston Celtics (51-23) #VoltaIrving

3 (-) Toronto Raptors (55-20) #VemPlayoffs

2 (-) Golden State Warriors (54-20) #VoltaTime

1 (-) Houston Rockets (61-14) #HoraDePouparAGeral

 

O power ranking da NBA é semanal e escrito pelo Vitor @chaveatle Silva, especialmente para o blog MAJOR SPORTS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s