baseball

Preview: Cleveland INDIANS

indianslogoDepois de derrotas sofridas para New York Yankees nos playoffs do ano passado, e para Chicago Cubs na World Series de 2016, o Cleveland Indians começa a temporada de 2018 assim como em 2017, como favorito absoluto em sua divisão, porém desta vez a pós-temporada promete ainda maior dificuldade ao time de Ohio que já teve suas expectativas frustradas nos anos anteriores.

O time teve apenas um reforço para impacto imediato e perdeu algumas peças importantes. Mantida toda a rotação, ela continua sendo uma das mais confiáveis em toda a liga, o ataque ainda tem as peças-chave que o conserva consistente e acima de tudo, a sequência do excelente trabalho de sir Terry Francona ainda coloca a tribo como uma das melhores equipes na temporada.

Grande 2017

Merece filme? Em 2017 a tribo quebrou a histórica série de 20 vitórias consecutivas dos A’s de Billy Beane e cia em 2002, ao alcançar a expressiva marca de 22 jogos e estabelecer assim a maior sequência invicta da história da AL. Mas não foi só isso, o time obteve a melhor performance na liga americana com 102 vitórias, e tem mais, a equipe obteve números importantes em todas as frentes, ao ceder o menor número de corridas(3,30 ERA), o sexto ataque mais produtivo (5,05 R/G) e a segunda defesa com menos erros (76). Com tudo isso, a expectativa foi grande para a pós temporada e o resultado foi curto, gerando decepção em Cleveland.

cleveland-indians-1000x516

R.I.P Chief Wahoo – Caricatura oficialmente banida dos uniformes do time

E 2018?

A offseason de Chris Antonetti não foi de muito trabalho, a equipe optou por manter a base, sendo pouco agressiva no mercado e dessa maneira acabou perdendo alguns jogadores com contratos encerrados. Apesar do pouco movimento, o trabalho está maduro e a janela está aberta para grandes feitos, a vitória na divisão é tida como obrigação e a briga por uma vaga na WS é totalmente real.

CHEGADAS e SAÍDAS

Quem chegou:

  • 1B Yonder Alonso
  • OF Melvin Upton Jr.

Chegando Yonder Alonso que vem da temporada de sua vida, em todos os anos anteriores o número máximo de hr havia sido 9 e ano passado ele mandou 28 basebolas para a arquibancada, número que o levou para o all star game. Tito terá motivos de sobra para sorrir se ele conseguir repetir o mesmo desempenho em 2018.

Quem saiu:

Fim de uma longa relação entre a tribo e Carlos Santana, um de seus índios mais confiáveis nos últimos anos e que foi tocar seu rock na Philadelphia. Santana desde de 2011 jogou pelo menos 140 jogos em todas as temporadas e obteve o mínimo de 18hr e 74 RBI, o que o tornou uma das peças fundamentais. Outro que a torcida estava habituada a assistir é Bryan Shaw, o homem de relevo que até já foi questionado pela torcida, se destacou ao longo das últimas 4 temporadas ao alcançar aproximadamente 25 holds de média e liderar a liga em número de aparições entre todos os pitchers.

LINEUP e ROTAÇÃO

Provável Rotação

kluber1        RHP    Corey Kluber

  1. RHP Carlos Carrasco
  2. RHP Trevor Bauer
  3. RHP Danny Salazar
  4. RHP Josh Tomlin

Capitaneada pelo duas vezes Cy Young, Corey Kluber, a poderosa rotação de destros da tribo tem tudo para repetir o estrago que tem feito nos últimos anos, em 2017 assombrou a liga ao obter o ERA de 3,30 com apenas 163 HR cedidos. A maior dúvida entre os 5 starters fica por conta do talentoso Danny Salazar, que batalhou contra lesões nos dois últimos anos, mas que quando ausente sempre foi bem substituído por Mike Clevinger e que deverá começar a temporada entre os titulares. Não há nada o que temer por aqui.

 Provável Bullpen

Ainda muito habilidosa, mesmo com perdas, o relevo de Cleveland ainda inspira muita confiança e não há razões para medo, apenas algumas pequenas adições serão necessárias para não sobrecarregar Cody Allen e Andrew Miller, dois dos melhores em toda a MLB.

Lineup

  1. lindorSS Francisco Lindor
  2. 2B Jason Kipnis
  3. 3B Jose Ramirez
  4. DH Edwin Encarnacion
  5. LF Michael Brantley
  6. 1B Yonder Alonso
  7. RF Lonnie Chisenhall
  8. C Yan Gomes
  9. CF Bradley Zimmer

Este ataque foi um dos melhores em 2017 e continuará sendo em 2018, principalmente ao enfrentar uma AL central em reconstrução. O topo do lineup deve ser um dos melhores com Lindor e Ramirez apresentando muita velocidade, altos percentuais no bastão e boa potência, mas olhos em Edwin Encarnacion, que aos 35 anos pode iniciar uma queda em sua produção, o que não foi sentido ano passado. Em geral, os jogadores são os mesmos praticamente, então espera-se por resultados semelhantes, o que está ótimo.

Prospecto para esperar:

mejiaC – Francisco Mejia

O catcher número 1 entre todos os prospectos tem tudo para disputar uma vaga entre os titulares em 2018, principalmente se Roberto Peres e Yan Gomes não cooperarem ofensivamente novamente, mas isso não é algo que impeça o tempo dele nas grandes ligas, afinal ele tem em seu histórico algum tempo na 3b e ainda poderia constantemente entrar no decorrer das partidas, aproveitando sua habilidade de realizar contato.

 

EXPECTATIVA

Pela qualidade do time, espera-se que os Indians voltem a fazer a final da Liga Americana, estando entres os 5 melhores times da liga.

yan gomesYan Gomes – Catcher brasileiro dos Indians

 

A série de “Previews” da MLB é um oferecimento do blog Major Sports. Nesta matéria tivemos a colaboração de Mário Coso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s