baseball

Fantasia No Ar #16 – Especial Fantrax

Amigos viciados em Fantasy. Conforme anunciado na semana passada, hoje o texto é especial sobre o Fantrax. Neste humilde espaço do blog, teremos a honra das palavras de um baluarte da área: Anderson Proença (Casa do Beisebol).

Porém, antes de entrar no assunto prometido é a hora do momento Pai Mei mensal e quem ilustra este clássico é o nosso convidado, falando para aqueles que gostam de bancar os ‘juízes’ da brincadeira sobre determinado indivíduo.

proença

Agora sim! Vai daí, meu garoto:

O Fantrax

O Fantrax é uma plataforma muito pouco conhecida dos adeptos de fantasy no Brasil, que geralmente optam pelos portais mais tradicionais como o Yahoo, a ESPN, além dos próprios portais das ligas em questão. O primeiro contato deste redator com o Fantrax foi em uma liga de Premier League no ano passado, em um momento em que infelizmente não pode ser dado a devida atenção ao portal. Neste ano houve o segundo contato com o Fantrax após realizar uma pesquisa que apontava este, junto com o CBSsports como os portais com maior variedade de ferramentas para criação e personalização de ligas de fantasy de MLB (deixo grifado pois não sei se pode entrar numa questão mais pessoal nesta matéria).

O Fantrax é um site norte americano voltado exclusivamente aos “fantasias”. Justamente por isso, o portal é voltado quase exclusivamente aos esportes americanos, contendo fantasy de NFL, MLB, NBA, NHL, PGA tour, Nascar e NCAA (basquete e futebol americano). A única liga fora dos Estados Unidos é a já mencionada Premier League inglesa, também o único fantasy de futebol do Fantrax. A possibilidade de disputa de fantasies de ligas universitárias é, segundo o próprio site, um diferencial do Fantrax em relação aos portais mais populares da fantasy.

Criando uma liga de MLB no Fantrax

Vamos analisar aqui as possibilidades que existem em se disputar um fantasy de MLB no Fantrax. O primeiro passo consiste em selecionar a opção de jogo entre Comissioner, o modo de criação e personalização de uma liga própria, e o Classic Draft, onde se entra em uma das ligas padrões disponibilizadas pelo fantrax. Um inconveniente do Fantrax é que para se entrar em uma liga padrão do fantrax é preciso pagar uma taxa de entrada (geralmente em torno de 10 dólares) mas que, por outro lado, também garante que haja uma premiação em dinheiro para os três primeiros colocados da liga. Apesar de isso ser uma questão que pode afastar jogadores mais casuais que queiram experimentar o fantasy pela primeira vez, por outro lado é uma boa forma de fazer com que os jogadores disputam para valer a liga. Coisa que, quem já jogou ligas públicas em outros portais, sabe que é um problema recorrente. Já a disputa do modo comissioner pode ser gratuita, ou também pode ter taxa de entrada e/ou premiações, que neste caso também podem ser personalizados pelo League Manager.

Entrando numa liga como comissário se percebe logo de cara que as possibilidades de personalização do Fantrax realmente chamam a atenção. São muitos os fatores que podem ser alterados que não são possíveis em outras plataformas. Por outro lado, muitas dessas opções são liberadas apenas na versão paga do site, que custa a “bagatela” de U$ 79,95 dólares (que é um pagamento único e que, dependendo do número de jogadores, acaba não sendo um valor tão alto assim). Este, e o fato do site não ter um aplicativo disponível, são os principais incômodos do fantrax. Mais adiante entraremos nas principais vantagens da opção paga do site.

O principal motivo para a escolha do Fantrax foi a possibilidade de criar uma liga dinasty, mesmo na versão gratuita. Para quem não sabe, um fantasy dinasty é onde só existe o draft no primeiro ano da liga, e você mantém os jogadores para o ano seguinte. É como uma liga comum em que, ao invés de um número limitado de keepers, todo seu elenco se mantém para o próximo ano. Essa forma de jogo dá outra dinâmica ao fantasy, onde mesmo uma equipe que já está fora dos playoffs ainda tem o objetivo de realizar um rebuild pensando nas próximas temporadas. Esse fator dá mais realismo ao fantasy, se aproximando das dinâmicas reais das franquias da MLB.

São cinco os tipos possíveis de liga a serem criadas no fantrax: Rotisserie, Points based, head-to-head points, head-to-head most categories, head-to-head each category. Para quem ainda não está tão familiarizado no mundo do fantasy, as duas primeiras opções são ligas rotisserie, como se fossem pontos corridos, enquanto as três últimas são ligas onde um time enfrenta o outro diretamente por um período determinado. No caso da rotisserie (roto para os íntimos – termo batizado e patenteado por Michel Almeida), ganha quem tem a melhor colocação média em cada uma das estatísticas selecionadas na liga, enquanto no points based cada uma dessas estatísticas tem uma pontuação definida, ou seja, pode-se colocar um peso maior em uma estatística do que em outra. Da mesma forma, o h2h points são confrontos diretos onde cada estatística computa um determinado número de pontos à equipe. No h2h most categories deve-se liderar um número maior de estatísticas em relação a equipe adversária para conseguir uma vitória no período de jogo, enquanto o h2h each category a liderança na estatística não está relacionado à uma vitória, mas sim a pontuação na tabela geral.

Um dos diferenciais do Fantrax – mas nesse caso na versão paga – é que se pode alterar o período de disputa entre as equipes nos casos das ligas head-to-head. Para quem está acostumado às plataformas mais populares, o período de disputa é de uma semana – de um domingo ao outro -, assim como a versão gratuita do Fantrax. Já na versão paga esse período pode ser encurtado ou estendido, criando assim uma nova dinâmica de disputas head-to-head.

ftx 1Figura 1: Opções de personalização do roster (elenco) em uma liga da MLB no Fantrax

Figura 1: Opções de personalização do roster (elenco) em uma liga da MLB no Fantrax

As personalizações são imensas no fantrax. Praticamente tudo pode ser alterado para a criação de uma liga totalmente original. Vai desde a quantidade de jogadores no roster, a abertura para jogadores de minor league, a escolha de absolutamente qualquer stat existente na MLB para pontuar na liga e aí por diante. Outra opção bastante interessante também são as interações com tabelas .csv: tanto o download de tabelas de excel com as estatísticas e pontuações de todos os jogadores de sua equipe, bem como também é possível o upload de tabelas .csv para a personalização de um determinado aspecto da liga, no caso do comissário.

Vantagens do Fantrax

Como já deve ter ficado claro ao longo do texto, as vantagens do Fantrax estão sempre em torno da mesma questão: a personalização. É incrível a quantidade de coisas que podem ser personalizadas e alteradas para criar uma liga totalmente original e diferente do que se está acostumado. Claro que essas opções são muito mais vastas na versão paga, mas mesmo na versão gratuita já se pode experimentar muitas novas opções, como a criação de ligas dinasty, alterar manualmente o calendário de disputas (no caso de ligas h2h), personalização completa do sistema de pontuação (no caso da versão paga é até possível colocar as estatísticas letradas – Chef curtiu isso -, como +WRC ou +FIP), scores diferentes para cada posição e muitas outras coisas.

Dentre as principais vantagens (entre muitas outras opções que se encontram aqui) da versão paga do Fantrax, no caso da MLB, estão:
Salários/contratos: Possibilidade de jogar fantasy com contratos (que são customizados e não vinculados aos contratos da MLB), ou seja, um sistema complexo onde você tem que adaptar os contratos dos jogadores ao seu teto salarial, bem como oferecer contratos aos jogadores livres;
Mais de 24 times em uma liga (o máximo em uma liga gratuita);
A possibilidade de abrir slots para jogadores das ligas menores;
Configurar um mínimo ou máximo de jogadores novatos em cada equipe;
Jogadores duplicados, o que permite que um jogador possa estar em mais de uma equipe ao mesmo tempo (como é no Cartola FC);
Customização do draft com opção de, por exemplo, pular a vez de um jogador que estourar o tempo-limite para sua escolha do draft, ao invés de fazer uma escolha automática.

ftx2

Figura 2: Tabela com comparação das vantagens do Fantrax em relação a CBS, Yahoo e ESPN

Desvantagens do Fantrax

A principal desvantagem do Fantrax é ter que pagar para ter acesso à maior parte dos recursos do portal. Essa não é necessariamente uma desvantagem já que, mesmo na versão gratuita, o Fantrax possui mais recursos que a maior parte dos sites. O problema é que ficamos apenas com o “gostinho” ao ver tantas opções ao se montar uma liga sem poder prová-la. Acreditamos que seria interessante que houve algum período para o teste dessas opções de forma gratuita, para que os usuários pudessem decidir pela opção premium ou não.

Um inconveniente é que mesmo na versão gratuita é possível marcar as opções pagas, o que acarreta o travamento da liga para todos os usuários até que se pague o custo da liga, ou então desmarque a opção premium. O problema é que o League Manager pode ativar alguma destas opções premium de forma não proposital, o que impede os outros jogadores de alterarem suas equipes até que o LM resolva essa questão.

Vale destacar também que o Fantrax não possui um aplicativo nativo nas lojas de aplicativos do Google ou da Apple. Durante um bom tempo jogamos sem esse artifício, tendo que alterar as equipes no computador ou então acessando o site do navegador mobile (que possui uma interface mobile bem construída) do celular. Depois acabamos por descobrir que o site ensina uma “gambiarra” para se “instalar” um aplicativo utilizando o navegador mobile do celular, através da tecnologia PWA (Progressive Web App).

Conclusão

Nesse tempo de uso o Fantrax tem se mostrado uma ferramenta bastante interessante para quem quer criar uma liga de fantasy, ao menos de MLB. Mesmo a versão gratuita é bem mais completa que os sites mais comuns, como a ESPN ou Yahoo. Assim concluímos que se você quer uma experiência mais completa e personalizável para a disputa de fantasies, e tem o mínimo de tempo para se aventurar nas diversas opções de personalização do site, o Fantrax é um portal mais que recomendado para ter uma experiência mais avançada e completa na disputa de fantasy league.

Grande abraço, Anderson Proença, especialmente para o blog MAJOR SPORTS.

DICAS PRA MITAR NOS FANTASY

willians

Quem pode estourar na semana 6 (starter pitcher): Trevor Williams (Pittsburgh Pirates)

Apesar de não ter feito um jogo tão bom nesta semana contra o Chicago White Sox, Williams tem sido competente no contexto geral. Em todas as partidas que disputou, Williams jogou pelo menos 5 entradas e em nenhum desses jogos saiu com mais do que 3 corridas merecidas. Chances grandes de estourar no norte com o barbudo.

Quem pode estourar na semana 6 (relief pitcher): Carl Edwards Jr. (Chicago Cubs)

carl

São 27 strikeouts e apenas 5 walks cedidos pelo reliever dos Cubs até aqui. Uma dominância muito grande que serve de grande valia para ligas por stats ou roto, dependendo do que ela necessita. Os Cubs também terão, na teoria, tabelas bem tranquilas (Miami Marlins e Chicago White Sox).

Quem pode estourar na semana 6 (hitter): José Peraza (Cincinnati Reds)

peraza

O fogo de palha que foi nas semanas iniciais de campeonato deu uma trégua. Peraza está rebatendo tudo, melhorando seus stats que estavam bem ruins. Os Reds, na draga, encaram os Mets (com rotação prejudicada) e Dodgers (que está na mesma situação).

Quem pode ser evitado na semana 6 (starter pitcher): Lance Lynn (Minnesota Twins)

Lynn

O investimento inicial não tem sido justificado em torno de Lance Lynn. O pitcher que apresentava bom trabalho nos Cardinals, está virando uma tragédia nos Twins com apenas uma vitória e ERA na casa de 7. E de quebra, está escalado para enfrentar o potente ataque do Los Angeles Angels.

Quem pode ser evitado na semana 6 (relief pitcher): Richard Bleier (Baltimore Orioles)

bleier

Outro que está fazendo grande temporada fora do radar, mas que merece ser evitado pela má fase do time. Por ter apenas stats que não ajudam até certo ponto e encarando Royals e Rays, Bleier será mais um cara para limpar a bagunça (com chances altas do time estar atrás do placar) e nada mais.

Quem pode ser evitado na semana 6 (hitter): Jackie Bradley Jr. (Boston Red Sox)

JBJ

É sabido de todos que seu lado ofensivo não é dos melhores. JBJ nem em base está chegando com frequência e são raras as ligas que se preze que contam com estatísticas defensivas. Boston terá o clássico contra os Yankees e depois encara os Blue Jays, ambos como visitante.

Cobertura das ligas Roto e H2H #AgoraÉDeus

Como combinado entre os GMs das ligas, a partir desta semana, vocês bravos e assíduos acompanhantes desta coluna, passarão a companhar os stats de todas as ligas que fazemos parte e com um bônus da liga por stats ‘100WinsFail’.

Começando pela ROTO. O move da semana vai para o Team Coso (Mário Coso), que apostou no mais novo ídolo de Luiz ‘Clubista’ Fratoni e foi de Miles Mikolas, para desespero do Amazing Mets BR (Rangel Silva). Já são 4 jogos com 7 entradas completas e seu ERA diminuindo a cada partida. Bela sacada, que o mantém na vice-liderança da liga dos Zaidans e o Teclas.

roto

Classificação retirada no dia 07/05/18

Já na liga dos Monstros Sagrados, destaque para o Maroteam (Guilherme Marodin) que ainda não perdeu e do NOLA CY (Anderson Proença), mas no caso do segundo era esperado este desempenho. Preparem as manchetes de tsunami em São Paulo e meteoros se aproximando da Terra. E ainda mais que o Calculando o Jogo (Artur Nunes) também venceu, comecem a ligar seus pensamentos nos céus, pois algo de muito estranho está para acontecer.

pontos

Resultados da semana 5 – retirado dia 07/05/18

E fechando a conta, a liga do Clubista com mais uma conquista da Chaveatle Corporation (Vitor Silva), pois bateu no Santo André Mets (Michel Almeida – caso seu fantasy tenha este nome tema pelo pior, sempre) pela segunda semana seguida (já havia vencido na semana passada na liga por pontos) e subiu de 12º para o 6º lugar! E as chances do mundo girar ao contrário aumentam aqui, pois o time do Hermano (Equipo Chico de la B) lidera a disputa. Com o Paulo ‘Teclas’ Correia (Salvador Bombers) na segunda posição. De negativo o mito Nozu, com o escudo dos Dragons, indo para La B em três ligas.

100wins

Resultados da semana 5 – retirado dia 07/05/18

É isso aí galera, espero que estejam curtindo nosso “Fantasia no Ar”, semana que vem tem mais, See you later, folks!

Vitor @chaveatle Silva é o nosso especialista em fantasy games e toda semana nos traz dicas e novidades sobre essa brincadeira mais do que séria para galera aqui. Escreve especialmente para o blog MAJOR SPORTS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s