Uncategorized

Notícias da Japolândia – Ressaca Pós Nippon Series

E aí amigos do Major Sports Blog que amam o Pro Yakyu!

Depois de muitas séries emocionantes na Climax Series e na Nippon Series, vivemos um período de premiações, movimentações, contratações e Draft.

Vamos então tentar trazer tudo o que tem acontecido na Japolândia pós Bicampeonato do Fukuoka Softbank Hawks.

Então, vamos lá! Eu sei que estão todos ansiosos em saber sobre contratações e movimentações dos nossos craques para a MLB, mas antes disso, vou começar pela premiação dos melhores da temporada, ok?

Daqui vocês já tiram alguns bons nomes que estão sendo especulados na terra do Tio Sam.

Premiações

Com o encerramento da temporada, os melhores do campeonato foram escolhidos pela NPB e jornalistas especializados.

Foram nomeados os “Best Nine”, os “Golden Gloves”, o “Matsutaro Shoriki Award” (Personalidade do Ano), os MVPs, os RoYs, os Managers do Ano, o ComeBack do Ano e o tão esperado “Sawamura Award” (o melhor arremessador) da temporada 2018. Vamos a eles:


Matsutaro Shokiri Award

Este prêmio é dado à personalidade do baseball (manager ou jogador) que mais contribuiu para o desenvolvimento do esporte no ano.

Aqui também uma barbada: Kimiyasu Kudo do Fukuoka Softbank Hawks.

Como não escolher “o cara” que mais contribuiu para o esporte em 2018 o responsável pela reviravolta que tirou o seu time do marasmo na primeira metade da temporada (quando o time ficava entre o 4.o e o 5.o lugar na Pacific League), entrando na Climax Series pra decidir os confrontos fora de casa, bater na cara do time (Hiroshima Toyo Carp) de melhor campanha do ano e com o mando de campo na Nippon Series? Fora que ganhou o Bi-campeonato da NPB, literalmente Back-to-Back. Detalhe: ele é “tricampeão” (1987, 2015 e 2018) do Matsutaro Shokiri Award.


Manager do Ano

Justos os prêmios, principalmente considerando a relevância das campanhas lideradas por esses dois senhores:

Na Central League o escolhido foi o multi-campeão Koichi Ogata, que levou o Hiroshima Toyo Carp ao seu 3.o titulo consecutivo da CL e o 9.o da franquia. Pelo lado da Pacific League o escolhido foi o ótimo Hatsuhiko Tsuji do Saitama Seibu Lions, que no seu segundo ano com os Lions conseguiu o seu primeiro título de liga depois de 10 anos e de forma incontestável, liderando de ponta a ponta.


Rookie of the Year

Boas escolhas dos estreantes do ano!

Na Central League foi quase uma unanimidade o arremessador Katsuki Azuma do Yokohama DeNA BayStars e na Pacific League o outfielder Kazuki Tanaka do Tohoku Rakuten Golden Eagles teve também uma expressiva votação. 

Vamos aos números dos dois garotos:

Azuma: recorde de 11 vitórias e 5 derrotas, com um ERA de 2.45 e 155 StrikeOuts

Tanaka: 26,5% de aproveitamento no bastão, 18 Home Runs e 45 corridas impulsionadas, além de 21 bases roubadas.


MVPs

Barbadas os dois escolhidos: pelo lado da Central League o grande Yoshihiro Maru do vice campeão Hiroshima Toyo Carp e pelo segundo ano consecutivo o MVP da Central League e do outro lado, na Pacific League, o garoto do Saitama Seibu Lions, Hotaka Yamakawa que vence o seu primeiro MVP.

Números deles:

Maru: 30,6% de aproveitamento no bastão, 39 Home Runs e 97 corridas impulsionadas.

Yamakawa: 28,1% de aproveitamento no bastão, 47 Home Runs e 124 corridas impulsionadas.

Precisa mais?


Sawamura Award

Para quem acompanha a MLB, o Sawamura Award é o equivalente ao prêmio Cy Young nos EUA. Porém, é premiado o melhor dos melhores entre as duas ligas e não um arremessador por liga.

O vencedor foi o de fato melhor arremessador do ano (e por que não candidato a astro na MLB nos próximos anos) em todos os aspectos: Tomoyuki Sugano do Tokyo Yomiuri Giants que recebe pelo segundo ano consecutivo o Sawamura Award

Números de Sugano: 2.14 de ERA (em 2017 foram impressionantes 1.59), 200 StrikeOuts e 10 jogos completos (sendo destes 8 vitórias). Tudo isso para um recorde de 15 vitórias e 8 derrotas.


Golden Gloves

Vamos ao melhores jogadores defensivos por posição nas duas Ligas!

Começamos pela Central League:

A escalação ficou assim:

  • Arremessador: Tomoyuki Sugano – Tokyo Yomiuri Giants (3.a vez)
  • Catcher: Ryutaro Umeno – Hanshin Tigers
  • Primeira Base: José Lopez – Yokohama DeNA BayStars (3.a vez)
  • Segunda Base: Ryousuke Kikuchi – Hiroshima Toyo Carp (6.a vez)
  • Terceira Base: Toshiro Miyazaki – Yokohama DeNA BayStars
  • Shortstop: Kousuke Tanaka – Hiroshima Toyo Carp
  • Outfielder: Yoshihiru Maru – Hiroshima Toyo Carp (6.a vez)
  • Outfielder: Youhei Ohshima – Chunichi Dragons (2.a vez)
  • Outfielder: Ryousuke Hirata – Chunichi Dragons

Destaque: Yoshihiru Maru – Hiroshima Toyo Carp – Além de ser um espetacular rebatedor, que liderou o time até a Nippon Series, ainda é um baita jogador defensivo, tanto que esta é a sua 6.a Golden Glove na Central League. Não foi a toa a escolha como o MVP da Central League na temporada 2018, back-to-back de MVP também pra ele, tá bom pra você?

Agora os craques da Pacific League:

A escalação ficou assim:

  • Arremessador: Takayuki Kishi – Tohoku Rakuten Golden Eagles
  • Catcher: Takuya Kai – Fukuoka Softbank Hawks (2.a vez)
  • Primeira Base: Sho Nakata – Hokkaido NipponHam Fighters (2.a vez)
  • Segunda Base: Shogo Nakamura – Chiba Lotte Marines
  • Terceira Base: Nobuhiro Matsuda – Fukuoka Softbank Hawks (6.a vez)
  • Shortstop: Sousuke Genda – Saitama Seibu Lions
  • Outfielder: Shogo Akiyama – Saitama Seibu Lions (4.a vez)
  • Outfielder: Yuki Yanagita – Fukuoka Softbank Hawks (2.a vez)
  • Outfielder: Haruki Nishikawa – Hokkaido NipponHam Fighters (2.a vez)

Destaque: Takuya Kai (Fukuoka Softbank Hawks) – O MVP da Nippon Series também era barbada para o prêmio. Além de ser o melhor Catcher defensivo da NPB, foi responsável direto pelo titulo dos Hawks nessa temporada, onde foi perfeito atrás do Home-Plate.


Best Nine

Vamos falar agora dos melhores do ano, por posição e nas duas Ligas!

A escalação dos melhores do ano na Central League:

  • Arremessador: Tomoyuki Sugano – Tokyo Yomiuri Giants
  • Catcher: Tsubasa Aizawa – Hiroshima Toyo Carp
  • Primeira Base: Dayan Viciedo – Chunichi Dragons
  • Segunda Base: Tetsuto Yamada – Tokyo Yakult Swallows
  • Terceira Base: Toshiro Miyazaki – Yokohama DeNA BayStars
  • Shortstop: Hayato Sakamoto – Tokyo Yomiuri Giants
  • Outfielder: Yoshihiru Maru – Hiroshima Toyo Carp
  • Outfielder: Seiya Suzuki – Hiroshima Toyo Carp
  • Outfielder: Neftali Soto – Yokohama DeNA BayStars

Destaque do Best Nine da Central League: Tetsuto Yamada (Tokyo Yakult Swallows) – Yamada vinha de uma temporada ruim em 2017 e precisava mostrar serviço depois da confiança depositada pela diretoria com a renovação de seu contrato no final do ano passado. Pois bem, ele não só voltou bem, como voltou ao seu nível de All Star atingido em 2016 e mais, atingiu números que o credenciam a candidato a astro na MLB em 2019: 31,5% de aproveitamento no bastão, 34 HRs, 33 Bases Roubadas e 130 RBIs em 140 jogos.

Agora a escalação dos melhores do ano na Pacific League:

  • Arremessador: Yusei Kikuchi – Saitama Seibu Lions
  • Catcher: Tomoya Mori – Saitama Seibu Lions
  • Primeira Base: Hotaka Yamakawa – Saitama Seibu Lions
  • Segunda Base: Hideto Asamura – Saitama Seibu Lions
  • Terceira Base: Nobuhiro Matsuda – Fukuoka Softbank Hawks
  • Shortstop: Sousuke Genda – Saitama Seibu Lions
  • Outfielder: Yuki Yanagita – Fukuoka Softbank Hawks
  • Outfielder: Shogo Akiyama – Saitama Seibu Lions
  • Outfielder: Masataka Yoshida – Osaka Orix Buffaloes
  • DH: Kensuke Kondo – Hokkaido NipponHam Fighters

Destaque do Best Nine da Pacific League: o Infield do Seibu Lions… Apesar da “invasão” do ótimo Nobu Matsuda dos Hawks na 3B, praticamente todo o infield dos Lions foi premiado com o Best Nine, do 1 ao 6 com a exceção ao 5, certo? É um prêmio mais que merecido para o time que dominou a Pacific League de ponta a ponta em 2018, com consistência defensiva e potência no ataque liderados pelo excelente e promissor garoto Hotaka Yamakawa.


Antes de encerrar, gostaria de deixar uma menção honrosa ao nosso querido Daisuke Matsuzaka (Chunichi Dragons) que recebeu o prêmio de Kamubakku Shô (Comeback of the Year rsrs) da Central League. Como não é um prêmio dado em ambas as ligas, não tem o destaque e mesmo assim, informamos. Dice-K que voltou à NPB em 2015, não tinha conseguido jogar a temporada completa em nenhuma dessas temporadas e em 2018, não só jogou, como foi membro da rotação titular dos Dragons fechando o ano com o recorde de 6 vitórias e 4 derrotas, com ERA de 3.74. Nada mal para o veterano de 38 anos.


É isso amigos! Ao longo das próximas semanas vamos trazendo mais informações sobre o que vai acontecendo na terra do Imperador, ok? Com direito a uma análise dos candidatos à “boleiros” na Trumplândia em 2019.

Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos!

Até mais!

#Sports4Life #MajorSportsTemProYakyu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.