baseball

JOE MAUER: Uma rica carreira!

NÃO, O MAIOR IDOLO DA HISTÓRIA RECENTE DO TWINS NÃO MORREU, MAS A DOR QUE SENTIMOS ASSEMELHA-SE A PERDA DE ALGUÉM QUE AMAMOS.

Créditos: https://www.mlb.com/twins/team/photos

JOE MAUER ANUNCIA APOSENTADORIA DA MLB E DEIXA UM VAZIO NO CORAÇÃO DOS SEUS FANS.

Para o fã do baseball ou de qualquer outro esporte que é movido pela paixão, compreender que nossos ídolos são de carne e osso e não supermáquinas, é uma tarefa árdua e complexa. Principalmente quando sabemos que eles ainda poderiam engrandecer e muito o esporte que tanto amamos. Isso acaba sendo mais doloroso quando esse ícone é torcedor nato da equipe e provém da região onde ela está localizada. No início da década, Mauer foi forçado a deslocar-se da posição de catcher para a primeira base, devido a repetidas concussões. Assim, acreditava-se que sua carreira pudesse estender-se por longos e longos anos, mas após 5 temporadas seu corpo padeceu. Quando no último jogo da temporada regular de 2018, Mauer foi para a posição de catcher e recebeu de Matt Belisle um único arremesso. Aquele momento aparentava ser o presságio do fim de uma carreira gloriosa e que perdurou por 15 temporadas.

SUCESSO INCONTESTE NO HIGH SCHOOL

Para um atleta ser selecionado para o All-USA Time no high School (equivalente ao ensino médio aqui no Brasil) é uma honraria para poucos, se observarmos a infinidade de atletas que jogam nesse nível nos Estados Unidos. Agora, imagine ter a honra de ser selecionado em 2 esportes diferentes, Baseball e Football. Joe Mauer conseguiu esse feito ao ser selecionado para o All-USA high school football team em 2000 e para o All-USA high school baseball team em 2001, jogando pela Cretin-Derham Hall Raiders de St. Paul. No futebol americano, jogou como quarterback, recebendo prêmios como: melhor jogador do ano Gatorade em 2001 e High School Quarterback of the Year em 2000 pelo The National Quarterback Club. Jogou também basquete, onde obteve uma média de 20 pontos por partida como armador e sendo nomeado como equipe All-State durante seus últimos dois anos. Mas onde ele realmente se destacou foi no baseball, conseguindo feitos como uma temporada completa com avg de 60,5%, passar os 4 anos em que jogou e sofrer apenas 1 strikeout e ser eleito o melhor rebatedor no Campeonato Mundial Júnior de Beisebol no Canadá em 2000.

TEMPOS ÁUREOS NA MLB E REVIRAVOLTA EM SUA CARREIRA

Créditos: https://www.mlb.com/twins/team/photos

Ao se destacar jogando Futebol Americano, onde tornou-se o principal prospecto entre os quarterback de 2000, Mauer se comprometeu em jogar na Florida State University. Porém, ao ser selecionado como a primeira escolha geral do draft de 2001 da MLB pelo Twins, algo raríssimo de acontecer para quem joga na posição de catcher, ele decidiu seguir o sonho de se tornar um jogador de destaque no baseball, para a alegria de todos que amam esse esporte.

Passou 3 temporadas nas ligas menores para lapidar suas habilidades, onde demonstrou seu potencial e amadureceu para enfrentar as grandes ligas. Em 2005 foi sua primeira temporada completa, onde seu desempenho foi de .294/.372/.411, liderando esses números dentre todos os apanhadores da MLB. Sua carreira começa realmente a decolar a partir de 2006, alcançando um avg de .347, ganhando sua primeira AL Silver Slugger (prêmio concedido ao melhor jogador ofensivo de cada posição) e indo ao All-Star game pela primeira vez.

Seu ano mágico foi 2009, onde atingiu um avg de .365, que é a maior média entre catchers desde 1901, conquistou o maior prêmio individual que um jogador pode conseguir, o AL MVP (jogador mais valioso de toda liga americana) e alcançou a marca de ser o primeiro catcher a liderar a liga em 4 categorias ofensivas diferentes (AVG, OBP, SLG e OPS), além de ser o primeiro a conseguir 3 títulos de rebatidas.

O seu contrato assinado em 2010, no valor de $184 milhões de dólares validos por 8 temporadas, continua sendo até hoje o mais rico da história das grandes ligas para a posição de catcher. No fim da temporada de 2010 começam a surgir alguns problemas médicos, onde precisou passar por uma artroscopia no joelho e perdeu boa parte dos treinamentos para a temporada de 2011, houve também complicações derivadas dessa cirurgia e até um início de pneumonia. Ao fim da temporada de 2013, Mauer mudou-se definitivamente para a primeira base, com isso a organização visava preservar sua grande estrela de desgastes naturais da posição e novas concussões.

Em seus 15 anos como jogador do Minnesota Twins, Mauer conseguiu alguns feitos memoráveis, muitos deles já citados anteriormente, outros que podemos mencionar são, alcançou a marca de 2.000 rebatidas validas, 6 vezes participou do All-Star game, 3 vezes AL Gold Glove, 5 vezes AL Silver Slugger e figurou 11 vezes entre os 20 melhores em bases alcançadas. No jogo derradeiro da temporada regular de 2018, Mauer entrou em campo pela última vez e apanhou um único arremesso, saindo ovacionado logo em seguida pelos fãs, companheiros e até adversários, mostrando o imenso valor que ele representa para o esporte.

LEGADO EM NOSSOS CORAÇÕES

Perder um grande ídolo nunca é fácil, ainda mais um jogador que faz a diferença dentro e fora do campo. Repor uma peça dessa magnitude pode parecer impossível, visto que não se encontra num dos mercados mais badalados da MLB. O que poderemos oferecer a um jogador fora de série além de dinheiro? Essa equação é bastante complexa, ainda mais se imaginarmos o marketing, business e jogo de interesses que rola nas grandes ligas. Temos em nosso elenco atual, alguns jogadores que podem assumir esse papel de ídolo da torcida dentro de alguns anos. Agora que possuímos dinheiro sobrando em caixa, pode acontecer a oportunidade de contratação de uma estrela e que ela perdure por bastante tempo no nosso time. Existe a possibilidade de que esse ícone que necessitamos para preencher esse vazio, ainda nem tenha sido draftado. Portanto, de um fato eu tenho certeza, outros ícones surgirão, podem até ter melhores números, mas nada irá superar o significado que Joseph Patrick Mauer representa para a instituição Minnesota Twins e seus fãs. Como fã a mais de 12 anos, deixo meu eterno obrigado por momentos de alegria que me foi proporcionado. Até logo Mauer.

Texto escrito por Alberto Júnior (twitter @albertojun), também conhecido como “A kryptonita do Chef”, rsrsrs…especialmente para o blog Major Sports

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.