especial

NFL Playoffs: Conference Finals

Salve, salve letrados! Restam apenas quatro equipes na briga pelo tão almejado troféu Vince Lombardi. Neste domingo, conheceremos aqueles que jogarão em Atlanta daqui a duas semanas. Agora, um pouco dos duelos e o que esperar de cada equipe e o caminho para ela ter sucesso.

NFC – Los Angeles Rams @ New Orleans Saints – 18:05hs de Brasília

O duelo envolvendo os dois melhores times da NFC em 2018. Dois ataques espetaculares que quando se cruzaram na temporada regular, fizeram uma partida de 80 pontos!

This image has an empty alt attribute; its file name is alvin-kamara-leads-new-orleans-saints-past-carolina-panthers.jpg

Drew Brees tem todas as armas ao seu favor, seja no jogo corrido com Alvin Kamara e Mark Ingram II, seja no passe, com um Michael Thomas mais que entrosado com o camisa #9. O único problema foi a queda do ataque nas semanas finais e um desfalque sério na DL (Sheldon Rankins) que pode dificultar nas trincheiras. Ainda sobre a defesa, que era um ponto fraco no começo do campeonato, começou a crescer e prova disso foi contra os Eagles, onde limitou o adversário a apenas 250 jardas e forçou dois erros.

Image result for cj anderson rams
C.J. Anderson

Os Rams, por outro lado, podem coroar o trabalho de Sean McVay. Em 2017, ficaram no wild card. Agora, alcançam a final da conferência e precisam bater em quem o tirou a invencibilidade da semana 9. A vitória sobre Dallas não foi como muitos esperavam. O ataque terrestre ganhou uma nova sobrevida com C.J. Anderson correndo para 2 TDs e ainda com mais jardas que Todd Gurley. O desfalque de Rankins pode dar um gás para LA, que tem mais jardas terrestres do que aéreas nas últimas três semanas.

Image result for saints vs rams 2019

Para ficar de olho:

  • Drew Brees e as trick plays dos Saints. LA tem uma das piores defesas contra o passe em 2018. Dak Prescott passou das 200 jardas no divisional round e nos últimos 6 jogos, só em 2 cederam menos de 200 jardas aéreas (Bears e Cardinals);
  • Gurley e Anderson serão muito acionados, ainda mais com desfalque na linha defensiva dos Saints. Contra os Eagles, que não tem um jogo corrido forte, não é uma variável a ser considerada nessas condições a favor de NOLA;
  • Jared Goff e a pressão. Foram apenas três derrotas para os Rams até aqui, incluindo a dos Saints. Nas outras duas partidas, Goff não foi o QB cirúrgico que se imagina. Lançando 4 interceptações contra Chicago e oscilante contra os Eagles em casa. Precisa tirar esse estigma, lembrando que foi eliminado em casa na última temporada.
Palpite: Saints 27 x 17 Rams

AFC – New England Patriots @ Kansas City Chiefs – 21:40hs de Brasília

O grande duelo da noite que pode coroar o 2018 de Patrick Mahomes ou preparar as manchetes que ‘a dinastia voltou’.

Image result for damien williams chiefs
Damien Willians

O clima no Arrowhead Stadium durante o jogo tem expectativa de neve (máxima de -3°), algo que não incomoda NE, acostumados com o frio de Boston. Seja com neve, contra defesa boa e um ataque letal, KC se superou e eliminou um Colts onde o destaque maior foi da defesa, que curiosamente foi a que menos cedeu pontos no divisional round. As 266 jardas sofridas foi a terceira melhor marca na temporada. Já na parte ofensiva, foi a sexta vez com mais de 400 jardas totais nos últimos sete jogos. Mahomes, Tyreek Hill, Travis Kelce e Damien Williams serão os responsáveis por carregar KC. E Eric Berry, melhor defensor da secundária, está para voltar de contusão na panturrilha.

Image result for sony michel patriots
Sony Michel

Em Foxboro, é a certeza de que os Patriots estarão na final da AFC esperando um adversário desde 2011. É jogo para Brady e cia mostrarem toda sua força e camisa. Afinal, esse Patriots está longe de ser o mais dominante dos últimos tempos, e muitas oscilações no ano são a prova disso. Mas após a semana de descanso, o time se encontrou. Alcançando pelo menos 350 jardas totais e a defesa forçando erros em 6 dos últimos 7 jogos. Sony Michel sendo o responsável nas trincheiras e desafogando James White e Rex Burkhead, melhores para o passe curto. Julian Edelman em alta e apenas Rob Gronkowski abaixo do que pode render (e com rumores que pode se aposentar ao término desse campeonato). Único detalhe que a última vitória dos Patriots, fora de casa, na final da AFC, aconteceu em 2004.

Para ficar de olho:

  • Fator Kareem Hunt. O RB, que foi o principal nome da semana 6 (quando ambos se enfrentaram), está sob observação da liga após episódio de agressão em fevereiro. Damien Williams foi bem contra Indianapolis, mas NE cedeu apenas 19 jardas terrestres contra os Chargers;
  • A defesa de KC. Surpreendeu a todos contra um ótimo Colts, de uma das melhores OL da liga. Brady sofreu durante o ano, mas contra LA não foi sacado. Pressioná-lo será fundamental (contra times com linhas defensivas boas, tem passado aperto) e o momento dos Chiefs é muito bom, depois de sábado;
  • Arrowhead Stadium. Tem jogado para o bem e para o mal. Se o aproveitamento de Brady em KC é de 1-2, em playoffs o retrospecto é o mesmo nos últimos três anos. Derrotas para Steelers e Titans acabaram com temporadas promissoras.
Palpite: Chiefs 17 x 20 Patriots

Este preview foi escrito especialmente para o blog MAJOR SPORTS pelo Vitor @chaveatle, em substituição ao Caio Filippi que está contando os dolares no paraíso fiscal!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.