esporte

Troféu Pai Mei – Temporada NFL 2019/20

Embalado pela premiação do Oscar que aconteceu no último domingo, o maior guru dos esportes dessa galáxia deixou sua marca em uma premiação digna de Pai Mei.

Depois de um longo e tenebroso inverno cá estamos de volta para dar alguns pitacos sobre a temporada da NFL. A maioria dos sites especializados fazem as premiações dos melhores da temporada com prêmios chatos como MVP, melhor jogador de defesa, melhor técnico.

Mas no MajorSports não trabalhamos dessa maneira e temos as nossas próprias premiações que você não verá em nenhum lugar da galáxia. Rufem os tambores e sejam bem vindos ao Troféu Pai Mei da última temporada da NFL, onde os jogadores mais improváveis terão a satisfação de ser premiados anualmente por nós.

Após grande debate entre os membros do Blog abaixo temos os grandes premiados da temporada:

– Troféu Mark Sanchez para a jogada mais bizarra do ano

Mark Sanchez foi um quarterback mediano que levou o New York Jets a duas finais da AFC, mas o momento que ele é mais lembrado foi em um jogo de Ação de Graças contra o New England Patriots em 2012 em que ele sofreu o famigerado Buttfumble. Nesse ano não tem nem como ser diferente: a lamentável capacetada de Myles Garrett em Mason Rudolph no jogo entre Bengals e Steelers… Totalmente lamentável.

– Troféu Larry Fitzgerald para o melhor jogador em time ruim

Larry Fitzgerald tem tudo para entrar Hall da Fama e está entre os 3 maiores wide receivers da história, mas tirando uma ida ao Super Bowl pelo Arizona Cardinals sofreu com times fraquíssimos e QBs ruins. O nosso ganhador é Christian McCaffrey, running back do Carolina Panthers que alcançou mais de 1000 jardas corridas e 1000 jardas recebidas além de 19 TD totais, carregando o time num ano ainda mais com o carrossel de QB que tiveram após a contusão de Cam Newton. Típico exército de um homem só.

– Troféu Will Fuller de jogador bichado da temporada

Deandre Hopkins sempre foi um dos melhores WRs da NFL mas recebia sempre marcação dupla. No draft de 2016, o time apostou no veloz Will Fuller, vindo de Notre Dame para fazer uma dupla explosiva na equipe. No entanto, assim como sabemos que o inverno vem todos os anos, sabemos que Fuller sempre terá contusões que tiraram muitos jogos dele ao ano. Em 2019 o prêmio vai para James Conner, RB do Pittsburgh Steelers, que era a esperança para substituir Le’Veon Bell. No entanto, jogou apenas 10 jogos e em apenas 1 partida passou das 60 jardas corridas. Chama o Dr House, Dr Foreman (vulgo HC do Steelers).

– Troféu RGIII de jogador que mais involuiu

RGIII foi o rookie sensação de 2012 levando aos playoffs o Washington Redskins com um ataque dinâmico sendo perigoso no jogo aéreo e no jogo terrestre. Após arrebentar o joelho nos playoffs contra o Seattle Seahawks, RGIII foi desaparecendo na NFL e agora é um reserva quebra galho em vários times. O grande vencedor é Baker Mayfield, QB do Cleveland Browns, que teve um ano de calouro empolgante naquele time bagunçado com 28 touchdowns e 14 interceptações, com altas expectativas para 2019, mas ele e o time naufragaram com números muito abaixo e vários chiliques no caminho. Será que a maldição do Browns nunca acaba?

– Troféu Matt Flynn de melhor atuação de jogador ruim

Na semana 17 da temporada 2011, o Green Bay Packers poupou Aaron Rodgers e o grande Matt Flynn assumiu a titularidade contra o Detroit Lions e teve uma atuação histórica com 6 TD e 450 jardas lançadas. Essa atuação enganou o Seahawks que lhe deu um contrato de 2 anos que não deu em nada. Esse ano o WR Breshad Perriman teve uma partida de 130 jardas e 3 TD contra o Lions(?!?!?!) após anos de ostracismo, e por isso ganhou o troféu Matt Flynn da temporada. Comemore Perriman seu primeiro troféu da carreira!!!

– Troféu Mitch Trubisky para pior troca do ano

No draft de 2017, o Chicago Bears achava que estava a um QB da disputa do título, e resolveu subir no draft cedendo suas escolhas de terceira e quarta rodada para escolher um prospecto vindo de North Carolina, Mitchell Trubisky, que aparentemente tinha alto potencial para liderar a equipe. Por enquanto tem sido errático e para piorar foi selecionado antes do atual MVP e campeão do último SB, Patrick Mahomes, e Deshaun Watson, atual comandante do ataque do Houston Texans. Esse ano o prêmio da pior troca foi para o front office do Patriots por incrível que pareça, mandaram uma escolha de segunda rodada para o Atlanta Falcons pelo WR Mohamed Sanu. Sanu teve números horríveis com 214 jardas e nenhum TD em 10 jogos. Até Bill Bellichick erra amigos!!!

Jul 18, 2019; Englewood, CO, USA; Denver Broncos head coach Vic Fangio during drills at the UCHealth Training Center. Mandatory Credit: Ron Chenoy-USA TODAY Sports

E assim foi o fim de mais uma temporada da NFL. Até setembro teremos um longo e tenebroso inverno senhores.

Pai Mei é hons concours de sabedoria esportiva. E você só o encontrará aqui, no MajorSports. Recuse imitações.

Categorias:esporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.